(11) 2942-0358
contato@veritasexacta.com.br

5 dicas para facilitar a gestão de empresas

5 dicas para facilitar a gestão de empresas

De acordo com o Sebrae, mais de metade das empresas brasileiras fecham a porta depois de apenas 4 anos de atuação no mercado nacional. Uma das principais razões para isso é que os pequenos empreendedores têm pouco conhecimento de gestão de empresas.

Muitos daqueles que resolverem abrir uma empresa e começarem a produzir são pessoas especializadas em suas áreas de atuação, profissionais que entendem muito bem sobre como produzir soluções eficazes para os clientes.

No entanto, são profissionais que não têm conhecimentos em gestão de empresas e, por isso, levam seus negócios ao fracasso, mesmo com produtos excelentes.

Quer saber como facilitar a gestão da sua empresa com algumas dicas bem simples e evitar falir em 4 anos? Então siga a leitura do nosso artigo!

1. Faça um controle no fluxo de caixa da empresa

O fluxo de caixa de uma empresa é um dos principais elementos para garantir que há uma gestão bem-feita sendo realizada. Por isso, ele deve receber grande parte do seu foco administrativo.

É claro que nem todos os dias você terá um fluxo de caixa negativo. Haverá momentos em que sua empresa dará prejuízo, especialmente quando consideramos a situação de um dia para o outro.

Hoje, por exemplo, pode ser necessário pagar um fornecedor ou um colaborador e, por isso, sua empresa fechará no vermelho. No entanto, o ideal é estabelecer um período aceitável de controle, como um mês inteiro ou semanalmente, e garantir que há lucro sempre nesse período.

Outra boa ferramenta de controle do fluxo de caixa é a escrituração contábil, que consiste no registro diário de todas as movimentações financeiras da sua empresa.

2. Realize um planejamento estratégico adequado

Um erro que muitos empreendedores iniciantes fazem é não planejar a movimentação da empresa durante o curto, médio e longo prazo. Por isso, não sabem como direcionar o negócio e nem que decisões tomar em determinados momentos.

Planejar o crescimento da companhia é essencial para ter sucesso. Isso porque o planejamento financeiro não consiste apenas em estabelecer metas para alcançar, mas também em controlar os indicadores de desempenho para garantir que os objetivos estão próximos de serem alcançados.

3. Estabeleça a comunicação eficaz entre setores

Quando os pequenos negócios crescem, é comum que comecem a surgir setores diferentes, mesmo que compostos apenas de um ou dois colaboradores. Há o setor de compras, o de vendas, o de marketing e por aí vai.

Essa mudança de patamar oferece novos riscos e problemas na gestão de empresas. Nesse estágio, é importante estabelecer vias de comunicação adequadas entre os diferentes setores da companhia, de modo a garantir que todos estão trabalhando em conjunto e pensando sempre no mesmo objetivo: o crescimento da empresa.

A troca de informações entre os diferentes setores do negócio é essencial para que os objetivos planejados sejam cumpridos, uma vez que é necessário que haja troca de informações para que as operações corram bem. E por falar nisso…

4. Otimize processos de gestão de empresas

Uma das melhores coisas que um gestor pode fazer, especialmente de uma pequena empresa, é investir na otimização de processos internos do seu negócio.

Na prática, isso significa tirar pelo menos de duas a três horas por semana para analisar os seus processos internos, acompanhar os indicadores de desempenho e fazer experiências para encontrar a melhor configuração possível para o seu negócio.

Por exemplo, imagine uma loja de shopping, que conta com vários processos internos como:

  • receber os produtos do estoque;
  • organizar o estoque;
  • atender os clientes;
  • organizar a loja;
  • fazer marketing para atrair mais clientes.

Cada um desses processos conta (m) com vários indicadores de desempenho que precisam ser acompanhados para gerar o melhor resultado possível.

Por exemplo:

Qual é o índice de precisão no gerenciamento do estoque?

Quanto tempo leva para ele estar organizado?

Quantos produtos são desperdiçados ou perdidos no transporte? 

Como a organização é feita de maneira mais simples e fácil?

É importante que o gestor dedique algumas horas semanais a cuidar para que cada processo esteja o mais otimizado possível dentro da empresa.

5. Terceirize o trabalho que não souber fazer

É um fato que nem todo mundo sabe fazer todas as funções possíveis dentro de uma empresa. O empreendedor pode ser um excelente gestor de time, mas pode não entender nada de finanças.

Talvez ele saiba tudo de finanças, mas não compreende de logística. Pode ser que entenda de logística e finanças, mas seja péssimo no trato com a equipe.

Seja como for, não dá para fazer tudo o tempo todo. É necessário delegar tarefas. Por isso, pode ser interessante terceirizar algumas das funções de gestão de empresas. Com isso, os setores que você não pode cuidar ficam a cargo de profissionais especializados.

Um exemplo disso é a contabilidade. É possível terceirizá-la para baixar os custos e garantir que sua empresa estará com as contas em dia. 

Fonte: Consultoria RR

Fiscal Ti