(11) 2942-0358
contato@veritasexacta.com.br

Regras para Declaração do Imposto de Renda 2020!

Regras para Declaração do Imposto de Renda 2020!

Nesta quarta feira (19/02) a Receita Federal liberou as novas regras para declaração do imposto de renda 2020. Dentro das pautas estão as regras para quem deve declarar ou não, como também a data de inicio e fim para a entrega do documento.

Agora com tudo confirmado, você, meu caro contribuinte já pode se organizar e separar os documentos para declarar e se preparar para essa maratona. Fique ligado neste artigo e saiba todas as novidades no IRPF 2020. Boa Leitura!

duas pessoa sentadas no jardim

Quem deve declarar imposto de renda 2020?

Primeiramente, antes das regras, é preciso falar de quem deve ou não declarar para a Receita. As regras são bem explicitas e podem ser alteradas a cada ano, por isso, fique por dentro de quem se enquadra:

  • recebeu mais de R$ 28.559,70 de renda tributável no ano (salário, aposentadoria ou aluguéis, por exemplo);
  • ganhou mais de R$ 40 mil isentos, não tributáveis ou tributados na fonte no ano (como indenização trabalhista ou rendimento de poupança);
  • teve ganho com a venda de bens (casa, por exemplo);
  • comprou ou vendeu ações na Bolsa;
  • recebeu mais de R$ 142.798,50 em atividade rural (agricultura, por exemplo) ou tem prejuízo rural a ser compensado no ano-calendário de 2018 ou nos próximos anos;
  •  era dono de bens de mais de R$ 300 mil;
  •  passou a morar no Brasil em qualquer mês de 2019 e ficou aqui até 31 de dezembro;
  •  vendeu um imóvel e comprou outro num prazo de 180 dias, usando a isenção de IR no momento da venda.

Qual a data para a declaração do imposto de renda 2020?

Os contribuintes terão de 2 de março a 30 de abril para entregar sua declaração. Já o Programa para declarar poderá ser baixado a partir 20/2/2020.

O contribuinte deve ficar atento a esse calendário, afinal, o atraso na entrega da declaração gera multas, que podem dar aquela pesada no bolso.

Houve mudanças nos lotes de restituição em 2020?

Sim, antes os lotes eram divididos em 7 e a sua distribuição tinha inicio no mês de julho, agora, com as novas mudanças, o contribuinte pode receber sua grana mais cedo. Isso porque haverá 5 lotes de restituição e o primeiro será liberado em maio. Um motivo a mais para você declarar o quanto antes e receber a restituição nos primeiros lotes.

IR sem erro

Fiscal Ti