(11) 2942-0358
contato@veritasexacta.com.br

Principais benefícios corporativos para ajudar seus colaboradores na crise!

Principais benefícios corporativos para ajudar seus colaboradores na crise!

40% dos profissionais valorizam um pacote de benefícios corporativos, segundo dados da Catho. No entanto, em meio à crise financeira, muitas empresas começam a reavaliar essas vantagens.

Isso porque as vantagens de oferecer benefícios aos funcionários devem ser utilizadas de maneira estratégica, quanto mais no momento de dificuldades.

Se um pacote de benefícios corporativos exige da empresa um estudo, para que essas vantagens possam ser assertivas na atração e retenção de talentos, nos momentos de crise é necessária uma estratégia ainda mais minuciosa e sem erros.

Durante um período crise financeira, os benefícios corporativos precisam ser úteis ao colaborador. Dessa forma a empresa demonstra preocupação com seus funcionários, indo além da trabalhista, e os engajando ainda mais.

No atual momento, vemos uma pandemia, como a do coronavírus, que impactou a realidade de muitas empresas. Contudo, com uma gestão organizacional estratégica é possível se reinventar e manter ou até oferecer novos benefícios corporativos.

Neste artigo, listamos 7 benefícios que podem ajudar os colaboradores em tempos de crise. 

Dicas de benefícios corporativos

Muitas empresas acreditam que os benefícios corporativos têm um impacto apenas sobre os colaboradores, mas não é bem assim. As vantagens de oferecer benefícios aos funcionários também impactam diretamente às empresas.

Já que assim, principalmente nos tempos de crise, a organização acaba potencializando suas chances de retenção de talentos, engajamento dos funcionários e melhora sua imagem no mercado.

Confira 7 tipos de benefícios corporativos que realmente podem ajudar os colaboradores nos tempos de crise.  

  1. Plano de saúde;
  2. Vale-alimentação ou refeição;
  3. Adoção do pagamento on-demand;
  4. Ações de desenvolvimento profissional;
  5. Orientação financeira;
  6. Auxílio cesta básica;
  7. Convênios com serviços diversos.

Vamos detalhar cada um deles logo abaixo.

1. Plano de saúde

74% dos profissionais colocam o plano de saúde como um dos benefícios corporativos mais importantes que uma empresa pode oferecer, indicou a Catho. Só por esse dado já dá para tirar a relevância que ele pode ter então no meio empresarial.

Se considerarmos o momento atual, onde o sistema de saúde tem se desdobrado para atender a todos, um plano de saúde faz toda a diferença. Tanto em meios de prevenção como de tratamento.

No Brasil o preço elevado é o principal motivo pelo qual as pessoas não possuem um plano de saúde. Cerca de 70% da população, revelou uma pesquisa do SPC Brasil e da CNDL, não têm convênio médico.

Sendo assim, esse pode ser um dos principais benefícios corporativos que a empresa pode oferecer. Contribuindo para que seus funcionários não tenham gastos a mais nessa área, principalmente em tempos de crise financeira.

2. Vale-alimentação ou refeição

Diferente do que vemos no vale-transporte, que é um benefício obrigatório perante a lei da CLT, o vale-alimentação ou alimentação é opcional. Isso não quer dizer que ele não é um dos benefícios corporativos que as empresas mais oferecem.

A empresa especializada em recrutamento, Page Personnel, revelou recentemente que mais de 50% dos profissionais desejam receber algum tipo de valor para ajudá-lo com gastos de alimentação.

Um estudo do IBGE mostrou que famílias com até dois salários mínimos destinam até 22% dos seus ganhos para a alimentação. Enquanto que pessoas com rendimentos de até 25 salários mínimos o valor ultrapassa os 30%.

Portanto, empresas que oferecem vale-alimentação ou refeição dentro dos seus benefícios corporativos diminuem o estresse financeiro e contribuem nos tempos de crise para que as famílias não se preocupem tanto com esse tipo de gasto.

3. Adoção do pagamento on-demand

A questão financeira é uma das grandes preocupações dos trabalhadores no Brasil, causando estresse e ansiedade para mais de 53% desses profissionais, segundo estudo da PwC. Isso impacta na queda produtividade, incidência de erros e baixo engajamento.

Em meio à crise financeira, muitas pessoas recorrem a empréstimos para arcar com suas dívidas. Um dos benefícios corporativos inovadores neste cenário é a adoção do pagamento on-demand, como o Xerpay.

As vantagens de oferecer benefícios aos funcionários, como o Xerpay, está na facilidade do colaborador solicitar a empresa parte do seu salário no momento que necessitar, conforme os dias trabalhados.

Isso diminui seu estresse financeiro para que ele possa organizar seu salário da melhor forma e até mesmo obter um suporte em caso de necessidade financeira.

Além disso, com o Xerpay, tudo pode ser feito rapidamente e o colaborador recebe um assessor financeiro via chat, que pode contribuir com um suporte para ajudar os colaboradores a evitarem os endividamentos.

4. Ações de desenvolvimento profissional

O Estudo Melhores Empresas para Trabalhar GPTW NOVAREJO revelou que 34% das melhores empresas do país tem em média 100 horas de treinamento. 

22% delas oferecem recursos, dentro dos seus benefícios corporativos, para que seus colaboradores invistam em benefícios profissionais. Muito mais do que um salário, todo profissional deseja crescer na profissão. 

Nada melhor, então, do que ter um bom currículo para enfrentar os desafios do mercado, principalmente nos tempos de crise.

Portanto, parceria com faculdades e instituições de ensino pode proporcionar cursos online, formações, treinamentos e bolsas de auxílio à graduação e pós-graduação. Assim,  a empresa contribui com o aperfeiçoamento de seu time.

Tendo uma realidade de crise financeira, o mercado se torna ainda mais competitivo e quem tiver maior preparo profissional pode não só se destacar, mas evitar uma possível demissão em casos de corte de pessoal.

5. Orientação financeira

A crise financeira pede uma reorganização e um replanejamento das contas, dos custos e investimentos. Por isso, um dos benefícios corporativos que as empresas podem oferecer são as consultorias financeiras personalizadas.

Muitos profissionais acabam se perdendo com seu dinheiro, acumulam dívidas, não sabem poupar e vivem em um intenso estresse financeiro diário. Essa orientação pode ajudá-los a dedicar mais tempo para priorizar a saúde financeira.

A saúde financeira dos colaboradores já foi tema do nosso artigo: “Como anda a saúde financeira dos colaboradores?”. Afinal, em tempos de crise financeira, ser inteligente no uso do dinheiro pode diminuir os gastos desnecessários.

Isso pode ser feito principalmente em horários pré-definidos e de forma online, por meio de vídeos com apresentações, conversas personalizadas e etc., respeitando até mesmo o isolamento neste período de quarentena.

6. Auxílio cesta básica

Uma cesta básica alimenta, em média, uma família de 4 pessoas por 1 mês. Aliás, esse é um dos benefícios corporativos básicos que algumas empresas oferecem e que podem dar um suporte aos colaboradores em tempos de crise financeira.

Com a renda comprometida na crise essa opção pode ser uma alternativa de alimentação. Ao longo dos anos, entretanto, esse benefício se tornou mais individualizado, onde algumas organizações personalizam um kit, conforme as necessidades de cada profissional.   

A empresa por meio de pesquisas oferece uma lista de produtos e deixa que os colaboradores escolham o que realmente lhes serão úteis.  

7. Convênios com serviços diversos

A crise financeira pode fazer com que muitos profissionais tenham menos poder aquisitivo para comprar. Uma das vantagens de oferecer benefícios aos funcionários está no suporte aos gastos nesse período que os convênios com serviços diversos pode proporcionar.

No momento atual, descontos em restaurantes, assinatura de jornais, serviços de entrega, mercados e farmácias são extremamente benéficos aos funcionários. 

Em tempos normais, sem a quarentena por causa do COVID-19, é possível oferecer ainda parcerias com cinemas, teatros, lojas de roupas, eletrônicos e muito mais.

Para ser mais assertivo em parcerias de desconto nesse sentido, é essencial que a empresa tenha um conhecimento prévio das necessidades dos seus colaboradores e que tipos de convênios e serviços poderiam ajudar.

Qualquer desconto ou facilidade no tempo de crise, proporcionado pelas parcerias comerciais da empresa para com seus funcionários, com certeza será extremamente valorizado pelos colaboradores, por ser a hora que eles mais precisam de ajuda.

Valorize seu profissional nos tempos de crise

Boa parte dos profissionais vislumbram um bom pacote de benefícios corporativos quando ingressam em uma empresa. Em tempos de crise financeira, as vantagens de oferecer benefícios aos funcionários são indescritíveis.

Uma vez que qualquer ajuda nesse período pode fazer com que lá na frente você colha frutos. Seja para usufruir de um profissional mais engajado e disposto e que literalmente vestirá a camisa da empresa para enfrentar os desafios da organização.

Se em determinado momento a empresa pensou no funcionário, valorizou seu trabalho e avaliou as vantagens de oferecer benefícios aos colaboradores é praticamente certo que futuramente o colaborador irá reconhecer esse esforço da empresa para com ele.

Num momento de crise, até mesmo de afastamento social, benefícios como os que citamos acima podem ajudar os colaboradores diariamente.

Proporcionando não só um suporte profissional, por meio dos cursos online e parcerias, mas social, através dos convênios médicos e vales como alimentação e refeição. 

É um fato de que se a empresa pensou agora em seus profissionais, sua imagem será muito mais valorizada e reconhecida ao fim da crise, se tornando um exemplo de eficácia em gestão empresarial e gerenciamento de crise.

Fonte:Xerpa

Fiscal Ti