(11) 2942-0358
contato@veritasexacta.com.br

Simples Nacional: Como gerar o DAS avulso?; Confira o passo a passo

Simples Nacional: Como gerar o DAS avulso?; Confira o passo a passo

Veja como gerar o DAS avulso e atualizar os vencimentos dos tributos federais e estaduais.

Conforme Resolução 154, publicada em 03/04/2020, foram prorrogados os prazos de recolhimento do DAS em função da pandemia da COVID-19. Eles ficaram da seguinte forma:

Período de ApuraçãoVencimento OriginalVencimento Prorrogado
03/202020/04/2020Tributos Federais20/10/2020
ICMS/ISS20/07/2020
04/202020/05/2020Tributos Federais20/11/2020
ICMS/ISS20/08/2020
05/202020/06/2020Tributos Federais21/12/2020
ICMS/ISS21/09/2020

Apesar da prorrogação, o ambiente PGDAS ainda não está totalmente adequado para a geração de duas guias de recolhimento, sendo uma para o ICMS e/ou ISS e outra para os tributos federais, cada uma com os seus respectivos vencimentos. Atualmente, a opção “Gerar DAS” do aplicativo PGDAS foi alterada para emitir uma ÚNICA GUIA por apuração incluindo TODOS os tributos, para pagamento até o vencimento prorrogado por 3 meses.

Ou seja, para a apuração 03/2020, está sendo gerada uma única guia de recolhimento, composta por todos os tributos federais e o ICMS e/ou ISS, com o vencimento em 20/07/2020.

Até que as adequações no PGDAS estejam disponíveis, para a geração de DAS contendo apenas os tributos ICMS e/ou ISS, a orientação da Receita é de que o contribuinte utilize o serviço de “Emissão de DAS Avulso”, no portal do Simples Nacional.

Após acessar o Portal do Simples Nacional, clique na opção “Emissão de DAS Avulso”, disponível em “Cálculo e Declaração” e informe os dados do contribuinte:

Na área do contribuinte, acione a opção “Gerar DAS” e informe o período de apuração:

Informe os valores dos tributos ICMS e/ou ISS e as respectivas UFs e/ou Municípios e clique em ‘Calcular’:

OBS.: Caso não saiba os valores de recolhimento dos tributos ICMS e/ou ISS que precisam ser informados, sugerimos que realize o cálculo por meio do PGDAS, opção “Declarar/Retificar” e depois informe, conforme exemplificado anteriormente.

Confira os valores devidos e o vencimento. Logo em seguida, clique em “Gerar DAS Avulso”:

Para que seja disponibilizada a guia de recolhimento:

Mas, e os Tributos Federais?

Testamos a geração de DAS Avulso para os tributos federais, onde informamos os valores abaixo:

Conferimos o valor devido e identificamos que a data de vencimento não está de acordo com a Resolução 154, ou seja, para a apuração ABR/2020, deveria trazer o vencimento como 20/11/2020. Então, acionamos a opção “Consolidar para Outra Data”:

E informamos a data de 20/11/2020:

No entanto, é apresentada a mensagem informando que “Não há taxa SELIC cadastrada para o período”, impedindo a geração da guia de recolhimento:

Com isso, entendemos que a funcionalidade de geração do DAS Avulso também não está adequada para os tributos federais. Logo, o ideal é aguardar a divulgação de novas orientações por parte da Receita Federal, para a geração de duas guias de recolhimento dentro do mesmo Período de Apuração, com vencimentos distintos, sendo uma para os Tributos Federais e outra para o ICMS e/ou ISS – via PGDAS.

Fonte: Wolters Kluwer via Portal Contábeis

Spednews