(11) 2942-0358
contato@veritasexacta.com.br

Saiba como fazer gerenciamento de horas home office na sua empresa

Saiba como fazer gerenciamento de horas home office na sua empresa

O regime home office foi regulamentado pela Reforma Trabalhista e ganha cada vez mais espaço entre as empresas, principalmente diante de períodos de isolamento social. Porém, apesar dos benefícios que essa prática proporciona, muitos empregadores sentem dificuldades em fazer a gestão dos profissionais, principalmente em relação à jornada de trabalho.

A legislação não trouxe regras sobre o assunto, limitando-se a dizer que as normas a respeito da jornada laboral não se aplica aos trabalhadores em regime de teletrabalho. Porém, as partes podem entrar em acordo sobre o tema.

Quer saber como fazer o gerenciamento de horas home office? Continue a leitura deste post e aprenda!

Regularize os contratos de trabalho

Como a legislação determina que as regulamentações de jornada de trabalho não são aplicáveis no home office, em regra, o gerenciamento do trabalhador deve ser feito por meio da análise das atividades realizadas, sem cobranças relacionadas à carga horária. Porém, tendo em vista a flexibilidade que a Reforma Trabalhista trouxe para os contratos, a empresa e o empregado podem fazer acordos sobre o assunto.

Nesse caso, o gerenciamento de horas home office e a forma como isso será feito devem estar previstos no contrato de trabalho. Além disso, é importante que seja registrado um acordo escrito entre as partes, para comprovar a concordância a respeito do controle de horas.

Defina a jornada de trabalho do empregado

Também é preciso definir qual será a jornada de trabalho cobrada dos funcionários em regime de teletrabalho, respeitando os limites legais dispostos na legislação — 8 horas diárias e 44 horas semanais.

Aqui, é comum adotar a mesma jornada aplicada aos colaboradores que atuam no espaço físico da empresa, mas a companhia pode garantir flexibilidade nos horários. Nesse caso, o empregado precisa fazer o registro de ponto e cumprir as horas apontadas no contrato, porém pode escolher livremente o período em que trabalhará.

Realize o pagamento de horas extras

Quando as partes entram em acordo sobre o controle de jornada de trabalho no home office, o empregador precisa ficar atento ao pagamento das horas extras devidas. Sempre que o colaborador ultrapassar a jornada pactuada, o período extraordinário deve ser remunerado com um adicional de 50% do valor.

Além de calcular as horas devidas, é necessário considerar o reflexo dos valores nas demais verbas salariais, como FGTS, INSS, férias e décimo salário. A falta de pagamento da jornada extraordinária pode resultar em ações judiciais trabalhistas.

Tenha um sistema para o controle de ponto

Sempre que a empresa optar por fazer o gerenciamento de horas home office, é fundamental contar com um sistema adequado para a realização do controle de ponto a distância. Para isso, existem aplicativos que podem ser instalados no celular do profissional para que ele faça os registros de início e término do trabalho.

Portanto, procure opções que ofereçam soluções completas para a empresa, permitam a integração com os sistemas de folha de pagamento e forneçam informações em tempo real para auxiliar na gestão de colaboradores, como o FolhaCerta.

Depois de conhecer essas dicas para fazer o gerenciamento de horas home office, não se esqueça de tomar todas as medidas necessárias para atender a legislação. Assim, a sua empresa evita custos desnecessários por descumprir as normas trabalhistas.

Fonte: Folha Certa

Fiscal Ti