(11) 2942-0358
contato@veritasexacta.com.br

Gastos em tempos de crise: aprenda a administrá-los

Gastos em tempos de crise: aprenda a administrá-los

Já não é novidade falar que o Coronavírus veio para mudar a maneira como nós vivemos e como lidamos com o nosso dinheiro. Muitas pessoas estão trabalhando home office, reduzindo a carga horário de trabalho ou até perdendo seus empregos nos últimos meses

Pensando nisso, em parceria com o Guiabolso, separamos quais gastos que podem aumentar ou diminuir em tempos de crises, além de quatro dicas para lidar com as mudanças.

Gastos que podem aumentar

Gastos como mercado, contas de água e energia já sofreram e  podem continuar a sofrer um aumento nos próximos meses. Se você está fazendo home office, já percebeu que contas como energia e mercado devem ter aumentado. 

Na primeira semana da quarentena (16/03) o gasto médio de mercado foi de R$ 330 e chegou a até R$ 397 na segunda semana de abril (13/04). Os motivos podem variar, desde aumento da quantidade de pessoas em casa até por alguns estarem fazendo estoque de comida.

Gastos que podem diminuir

Já lazer, viagens e cuidados pessoais foram gastos que sofreram cortes nos últimos meses e devem continuar a cair. Em tempos de crise, alguns gastos foram priorizados, deixando outros de lado. Além da impossibilidade de consumir alguns serviços como restaurantes, os motivos podem variar desde a redução de salário á possíveis criações de reservas de emergência para os próximos meses.

O que é necessário ter em mente nesse momento é que os cuidados com seu dinheiro devem ser maiores. Por isso, separamos quatro dicas fáceis que podem e vão te ajudar a economizar.

Dicas para economizar

1. Tenha um limite de gastos

Gastos como mercado aumentaram, mas você vai ter de aprender a lidar com eles. É importante neste caso estabelecer um limite e acompanhá-lo ao longo do mês para ver se não está ultrapassando o combinado. Você pode fazer este planejamento na planilha que já utiliza ou em aplicativos, como próprio Guiabolso. 

2. Não troque integralmente uma conta por outra

Não é porque um dos seus gastos diminuiu que outro tem que crescer na mesma proporção, por isso, sempre tenha controle do quanto você tem gastado. Se possível, deve-se economizar nesta fase. 

Tome cuidado para não deixar outros gastos aumentarem sem necessidade, como é o caso das compras online. Saia de e-mails de promoções para correr menos risco de comprar sem precisar. Outra dica é esperar 24 horas para fechar o pedido. Se nesse tempo você pensar e ainda avaliar que ele é necessário, tudo bem. Mas temos certeza que em muitas situações verá que é possível esperar algumas semanas ou meses.

3. Vá ao mercado com lista

Eu sei que parece bobagem, mas ter em mãos uma lista com tudo que você precisa comprar te ajuda a ter mais foco no mercado e a não gastar com bobagem. Além disso, deixar acumular a quantidade de coisas para comprar de uma só vez pode te ajudar a conseguir descontos na hora das compras, além, de nesse momento, cuidar da sua saúde. 

Reduzir a ida ao mercado pode significar uma economia de 30% nos gastos mensais com a categoria. 

4. Corte alguns serviços

Quem nunca pagou um valor muito alto pelo serviço que a operadora oferecia sem nem utilizá-lo direito? A quarentena pode ser um bom momento para você reavaliar esse gasto. A internet de casa já tem suprido parte das necessidades, por exemplo. Assim, muitas vezes nem é necessário ter um plano com tanta internet.

A tarifa bancária parece pequena quando se olha o valor mensal, mas é enorme no acumulado de um ano. Uma pesquisa do Guiabolso, publicada no Valor Econômico, mostrou que o brasileiro paga em média R$ 900 de tarifas para manter a conta corrente e o cartão em um ano.

Os bancos digitais podem ser uma solução. Além de muitos deles não cobrarem tarifas, são soluções práticas para você ter na palma da mão. 

  • Anuidade do cartão de crédito

Hoje em dia existem muitos tipos de cartões de crédito que não têm anuidade. Alguns deles têm benefícios, como cashback (parte do dinheiro da compra retorna e dá descontos nas próximas faturas) e programas de pontos, que compensam a tarifa. Mas se você não acha que a conta compensa o benefício aproveite a quarentena para já cortar este gasto. 

Ter opções de lazer em casa é importante nesta quarentena, mas você pode fazer opções: será que é preciso ter 3 assinaturas de streamings ou então um pacote completo de tv a cabo? Avalie reduzir esses serviços e cortá-los em situações mais drásticas de aperto no orçamento ou se não estiver vendo tanta tv assim. 

Os pacotes de internet com o tempo vão aumentando e às vezes a gente nem se dá conta que poderia estar pagando mais barato. Entre no site da sua operadora e veja as opções disponíveis. Muitas vezes achamos planos mais baratos que nos atendem muito bem.

Um último lembrete: individualmente os valores podem parecer baixos, mas toda essa economia ajuda você a formar ou ampliar sua reserva de emergência, algo tão importante para este momento de incerteza.

O custo do stress financeiro

Fonte:Xerpa

Fiscal Ti