(11) 2942-0358
contato@veritasexacta.com.br

Você sabe qual é a relação do Fisco com as empresas?

Você sabe qual é a relação do Fisco com as empresas?

Compreender com clareza o Fisco, o órgão de controle e fiscalização, é essencial para gerir os pagamentos de uma empresa e evitar transtornos.

O Fisco é o órgão responsável por fiscalizar e controlar todas as leis de tributos em vigências no Brasil. Melhor dizendo, verifica se as empresas estão cumprindo com os seus deveres tributários, evitando crimes como sonegação.

Desta forma, o Fisco conta com três atribuições: a federal, a estadual e a municipal, sendo a primeira a autoridade máxima. Cada uma das áreas possui responsabilidades e efetua a fiscalização em sua esfera de atuação. Assim, os deveres da empresa perante o órgão dependem de qual autoridade irá fiscalizá-la, atentando-se às alíquotas, como precisam ser pagas e qual o destino de cada uma delas.

É responsável pela fiscalização e controle de tributos nacionais, como é o caso do Imposto de Renda.

É responsável pela fiscalização da legislação tributária do estado, definindo alíquotas.

O recebimento também é de responsabilidade dessa autoridade. Nesse âmbito, um dos tributos mais conhecidos é o ICMS – Imposto Sobre Circulação de Mercadorias, bem conhecido por empresários e empreendedores.

Nessa atribuição as principais responsáveis pela fiscalização são as prefeituras. Elas controlam a legislação tributária das empresas localizadas no limite de cada munícipio de sua atuação.

Um dos impostos cobrados pela autoridade é o Imposto Sobre Serviços – ISS.

Tributos

PIS/PASEP – Programa de Integração Social e Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público;

FGTS – Fundo de Garantia do Tempo de Serviço;

INSS – Instituto Nacional do Seguro Social;

COFINS – Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social;

IRPF – Imposto de Renda Pessoa Física;

IRPJ – Imposto de Renda Pessoa Jurídica;

IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados;

II – Imposto de Importação.

ITCMD – Imposto Sobre Transmissão Causa Mortis e Doação;

ICMS– Imposto Sobre Circulação de Mercadorias;

IPVA – Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores.

IPTU – Imposto Sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana;

ISS – Imposto Sobre Serviços;

ITBI – Imposto Sobre Transmissão de Bens Inter Vivos.

Você sabe qual é a relação do Fisco com a empresa?

Questões sobre o Fisco são comuns entre gestores e empreendedores, já que influencia em decisões da empresa. Assim sendo, é fundamental ter uma área que se dedique a esse assunto, assegurando comprimento das obrigações legais e acompanhando mudanças que precisam ser adotadas pela empresa.

Área fiscal é indispensável para o sucesso de uma empresa

A legislação tributária é um tema complicado, e os impostos atuam em grande número nas empresas. Por isso, é importante que a companhia conte com uma área dedicada a esse assunto.

Esse departamento evita que problemas de pagamento ou mudanças na legislação afetem a empresa e crie consequências graves para o negócio. A área garante que os tributos sejam pagos em dia, assim como o cumprimento de todos os requisitos tributários.

Pagamento de impostos

Diante da complexidade da legislação, é essencial contar com profissionais que entendam sobre o assunto e que garantam o pagamento correto dos impostos e tributos da empresa. Desta forma, é importante um planejamento tributário eficiente.

Com esse planejamento, também é possível aproveitar os benefícios fiscais concedidos pelo governo em momentos diferentes e relacionados à área que o país precisa desenvolver.

Caso a empresa invista em projetos sociais ou utilize capital de terceiros, é possível ser beneficiado com dedução ou até isenção de impostos. Uma boa alternativa para economizar e incrementar as perspectivas de seu negócio.

Fonte: Jornal Contábil

Grupo Studio

Fiscal Ti