(11) 2942-0358
contato@veritasexacta.com.br

Amazon fará “super promoção” para recuperar clientes e se prepara para atender a demanda em meio à pandemia

Amazon fará “super promoção” para recuperar clientes e se prepara para atender a demanda em meio à pandemia

(Shutterstock)

SÃO PAULO – A Amazon planeja realizar uma “promoção de verão” (Summer Sale, em inglês) nos EUA para vender os estoques extras acumulados devido à pandemia de coronavírus, segundo informações do jornal “The New York Times”.

Os detalhes do evento ainda não foram divulgados, mas ele provavelmente deve acontecer antes do Prime Day, uma espécie de Black Friday antecipada, que a Amazon adiou de julho, quando geralmente acontece, para setembro.

Segundo o jornal, a varejista adiou a data para aumentar sua capacidade de atendimento durante a pandemia e ganhar tempo para lidar com o aumento de demanda que Prime Day traz.

A Amazon pode usar a “Summer Sale” para se restabelecer como opção veloz de e-commerce, afirma o The New York Times. A Amazon não conseguiu manter suas ofertas de entrega entre um e dois dias durante a pandemia, o que pode ter levado os clientes a buscar suas concorrentes.

Estratégia em meio à pandemia

No início da pandemia, a Amazon passou a entregar produtos essenciais dentro de um a quatro dias, oferecendo um prazo de entrega mais longo para os artigos não essenciais, disse o CFO Brian Olsavsky na teleconferência de resultados.

Embora a medida tenha sido necessária para atender à demanda, ela fez com que os consumidores esperassem mais tempo pelos produtos encomendados.

Alguns clientes começaram a comprar nas rivais Target e Walmart, que ofereceram atendimento mais veloz por meio da coleta delivery na calçada de suas lojas físicas.

A perda de alguns clientes nos EUA não será um grande problema para a empresa de Jeff Bezos, que inclusive viu sua fortuna aumentar em US$ 35 bilhões entre 18 de março e 19 de maio, segundo dados da Forbes.

Mas, como afirma o New York Times, a Summer Sale pode ajudar a Amazon recuperar esses consumidores, mostrando que já consegue novamente fazer entregas mais rápidas.

A empresa aposta que a promoção possa fisgar até mesmo quem não é cliente Prime (que paga para receber suas compras antes), porque o preço é fator importante para usuários da Amazon nos EUA, segundo o jornal.

A Summer Sale também deve ajudar a evitar que os concorrentes da Amazon consigam capitalizar com a ausência do Prime Day em julho.

Nos últimos anos, outros varejistas realizavam suas próprias vendas no Prime Day, na esperança de aproveitar o aumento de consumo no período, segundo o jornal. Sem a promoção tradicional, outros comerciantes realizariam seus próprios eventos para atrair vendas de consumidores que esperavam fazer compras no Prime Day.

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:

Fonte: IR sem erro

Fiscal Ti