(11) 2942-0358
contato@veritasexacta.com.br

O papel do RH na estratégia

O papel do RH na estratégia

Que Recursos Humanos tem um papel fundamental na estratégia das empresas a gente já sabe, ainda mais agora nesse cenário de crise e tantas mudanças em decorrência da pandemia do novo coronavírus. Mas em que dimensões o RH consegue ajudar na estratégia geral das organizações? Como isso ocorre na prática?

CEO da Whirlpool, Andrea Salgueiro fala que o RH da empresa tem sido imprescindível no processo de transformação que pretende tornar a companhia mais ágil, mais digital e pronta para competir, dentro do que se convencionou chamar de novo normal. “O RH tem contribuído na revisão de todos os processos e tarefas por área para simplificar a maneira como trabalhamos. Não há mais espaço para estruturas hierárquicas e processos muito complexos”, diz.

Também tem fomentado o learning agility a fim de que a companhia seja bilíngue no mundo digital. “Quando a gente fala de mentalidade digital, a empresa inteira precisa entender que é preciso ser fluente nessa nova realidade. Fomentar o learning agility começa pela alta liderança. O líder hoje precisa estar sempre se confrontando, aprendendo, reaprendendo e desaprendendo alguns paradigmas antigos para poder lidar com a disrupção que estamos vivendo, que não é linear”, lembra Andrea.

Ivan Murias, diretor-presidente e CEO da Tok&Stok, também destaca o papel e a abertura do RH na leitura do cenário e na adaptação da companhia para os dilemas atuais. Um deles é a dificuldade na atração de talentos que vem junto com a dimensão de tecnologia incorporada às operações de varejo. Para ele, grande parte dos talentos de tecnologia está muito seduzida pelas startups e fintechs. Assim, para que se sintam atraídos pelo varejo, é preciso criar um pacote de remuneração, incentivos e benefícios bastante diferenciado.

Ivan Murias
📸 Divulgação

O segundo ponto, de acordo com Ivan, é o data science. “A gente precisa ter nas organizações um contingente de pessoas capazes de minerar os dados. E dentro do próprio RH também. Vivemos uma situação em que precisávamos simular os efeitos da MP 936/2020 [que permitiu a redução da jornada de trabalho e salários durante a pandemia] nos diferentes cenários de fluxo de caixa da companhia até o final do ano. Que parte teria o contrato suspenso, quem teria a redução de jornada e salário? Inimaginável pensar nisso em 2 ou 3 horas para um contingente de 3 mil pessoas sem ter a habilidade de data science dentro do próprio RH.”

Na Tok&Stok, a relevância da área é tamanha que Ivan diz olhar para o RH antes de tomar uma decisão importante. Na avaliação dele, vários dos líderes vão acabar tendo de não apenas perguntar a opinião do CFO para saber o impacto econômico de uma decisão, mas também do RH para ter o ponto de vista humano. “Aí você vai poder ver se tem o time certo de RH se ele levantar a mão e falar que a gente está indo pelo caminho errado.”

Andrea complementa: “A diferença está no quanto o RH entende o business, o quanto entende que tem um papel ativo na construção da companhia e não simplesmente no transaciona. Os melhores RHs com os quais trabalhei foram aqueles que desafiaram o status quo, que trouxeram as provocações para a mesa, além de um olhar humano e diferenciado, e focaram muito na formação dos líderes”.

Transformação digital

Sobre a necessidade de capacitar as pessoas para que elas possam de fato fazer parte da transformação digital e não simplesmente serem descartas pelo mercado, Andrea disse que a Whirlpool tem investido tempo e recurso para fazer a capacitação nessa nova realidade, incluindo os funcionários com 30 anos de casa para que não se sintam descartados da conversa. Na visão dela, a organização tem responsabilidade em ajudar nesse processo.

Ivan concorda: “Temos um papel muito importante como empresa para trazer todas as dimensões de treinamento que sirvam para incluir as pessoas na transformação digital”. Fora das organizações, ambos destacaram que essa capacitação precisa ser feita a muitas mãos, seja com o terceiro setor, seja com as associações de classe ou outras entidades, além do governo. Afinal, o desafio é imenso.

Andrea Salgueiro e Ivan Murias falaram sobre O papel do RH na estratégia no webinar realizado pela ABRH-SP em 2 de junho, especialmente para a Semana do RH.

Fonte: Assessoria de Comunicação ABRH-SP – 08 de Junho de 2020

ABRH-SP

Fiscal Ti