(11) 2942-0358
contato@veritasexacta.com.br

Marketing digital 9 passos para construir sua estratégia

Marketing digital 9 passos para construir sua estratégia

O mercado online tem crescido substancialmente. Estima-se que até 2021 as vendas por e-commerce devem ultrapassar os 85 bilhões de dólares, indicou o Google. O comércio varejista não fica para trás e vem apostando no marketing digital para varejo crescer.

Porém, muitas empresas não sabem como aproveitar o seu potencial de mercado para vender mais. No Brasil 80% das empresas que admitem investir em marketing digital assumem que estão em estágios iniciais, segundo o estudo Digital Marketing Readiness.

Apenas 5% consideram suas estratégias de marketing digital como eficientes, revelou a pesquisa Maturidade do Marketing Digital e Vendas no Brasil. Porém, para aprimorar esses investimentos 73% delas direcionam investimentos para essa área.

O marketing digital para varejo possui recursos tão bons nessa área quanto qualquer outro setor. Ferramentas como: e-mail marketing, produção de conteúdo para redes sociais e marketing de influência.

Mas como otimizar esses recursos e utilizá-los da forma correta? Neste artigo vamos falar sobre:

  • O que é marketing digital e qual a importância?;
  • Quais os principais recursos para varejistas?;
  • Dicas para começar uma estratégia de marketing digital para varejo.

Se você atua no varejo confira nossas dicas e saiba como potencializar os resultados da sua empresa.

Marketing digital: saiba qual é a sua importância

O marketing digital se explica como uma série de ações desenvolvidas para divulgar uma marca ou produto. O seu principal objetivo é atrair clientes, construir uma boa imagem da sua empresa e potencializar as vendas.

Em meio ao marketing digital são utilizadas diversas estratégias e ferramentas para melhorar os processos de comunicação.

Os principais recursos do marketing digital para varejo

Podemos destacar uma infinidade de meios para a aplicação do marketing digital para varejo. Abaixo fizemos uma lista com alguns dos principais recursos do mercado:

  • Marketing de conteúdo;
  • E-mail marketing;
  • Redes sociais;
  • Anúncios;
  • Marketing de influência.

Dicas para construir o marketing digital para varejo

Em meio às ótimas alternativas que vimos acima dentro do marketing digital para varejo vamos agora saber como aproveitá-las no marketing digital para varejo em meio a outras dicas que podem ajudar nesse desafio.

Utilize o marketing de conteúdo

O estudo Content Trends 2019 indicou que empresas que investem em marketing de conteúdo potencializam as visitas dos consumidores em até 1,3 vezes e gera 1,4 vezes mais leads. 67,3% das organizações no país admitem o uso desse recurso.

Isso ocorre, pois o marketing de conteúdo ou inbound marketing consegue criar um laço de proximidade maior com os clientes. Uma vez que, conteúdos relevantes, de temas distintos a respeito do seu mercado, como de varejo, podem atrair consumidores em potencial.

Afinal, se as pessoas gostarem do seu conteúdo, seja no blog ou redes sociais, elas se tornarão mais ativas para ler e interagir com o que você posta e até mesmo indicar para outras pessoas, aumentando as chances de que alguém adquira o seu produto.

Por exemplo, se você vende roupas pode criar conteúdos relacionados às combinações para cada estação do ano, o que usar em reuniões, quais as cores da moda, entre outros conteúdos.

Use o recurso de e-mail marketing

O público adulto, 92% deles, utilizam o e-mail como o principal meio de comunicação online. 61% dizem que o utilizam todos os dias, revelou um estudo da Pew Research. Sendo assim, o e-mail marketing é uma das grandes ferramentas de marketing digital para varejo.

Com ele é possível aproximar os consumidores da empresa, estreitando os laços de comunicação. Ele é bastante utilizado para divulgar promoções, lançamentos, newsletter e confirmações de compras.

Aliás, os consumidores (72%) afirmam que o e-mail é o melhor canal para que as empresas lhes enviem algum tipo de comunicação, indicou a MarketingSherpa

Só por esses números já dá para perceber o quão valiosa é a ferramenta de e-mail marketing e que se bem planejada pode ser um tiro certo no marketing digital para varejo.

Entre nas redes sociais

Dados do Media Trends mostram que 96,2% dos brasileiros possuem alguma rede social. Diante desse número, facilmente podemos destacar esse meio como umas das ações mais efetivas no marketing digital para varejo.

Não só pelo número de pessoas que uma comunicação dessas pode atingir, mas pela proximidade com que a empresa pode se comunicar com seus seguidores e potenciais clientes.  Muitos varejistas inclusive utilizam as redes sociais como um espaço para SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor).

Um ponto importante nesse caso, antes de decidir entrar nas redes, é que a empresa primeiro analise em qual rede seus clientes estão e não saia abrindo conta em todas.

Se o seu produto é visual aposte no Facebook ou Instagram. Se o objetivo é fazer outros negócios observe as possibilidades do Linkedin.

Mas se quer apostar no SAC use o Facebook Messenger ou o próprio WhatsApp, dando prioridade a atendimentos rápidos e que crie uma imagem positiva para sua marca no mercado.

Invista em anúncios

Uma pesquisa do Cenp (Conselho Executivo das Normas-Padrão) comparou os investimentos em anúncios em mídia digital entre os anos de 2017 e 2018 e o aumento foi de 20%, chegando em 2018 a R$ 2,92 bilhões.

Esse número mostra que o anúncio é um dos principais recursos dentro do marketing digital para varejo. Visto que o varejista tem a oportunidade de focar no seu público-alvo. Investindo em anúncios com palavras-chave e termos que tenham a ver com seu produto.

Além disso, os anúncios podem ser feitos não só no Google, mas dentro de sites, em outros mecanismos de busca ou até mesmo nas redes sociais.

Esses anúncios valem a pena, pois, 74% dos brasileiros preferem a compra online do que as compras em lojas físicas, mostrou um levantamento realizado pelo NZN Intelligence.

Aposte no marketing de influência

Com certeza você já viu algum influencer falando sobre as vantagens de um determinado produto, pois saiba que na maioria das vezes existe por trás uma empresa que está investindo em marketing de influência para ele falar bem do produto.

O marketing de influência é uma estratégia onde a empresa investe em influencers digitais para divulgação da sua marca. Com um grande alcance que essas pessoas têm elas divulgam a marca e os produtos na busca de engajar o público com a empresa em questão.

Esses famosos tem um grande poder de influência e é por isso que as empresas apostam nesse modelo de marketing digital. No marketing digital para varejo essa pode ser uma grande alternativa na exposição de marca e produto, aliás, muitos varejistas se utilizam dessa estratégia.

Uma pesquisa do marketplace Tomoson revelou que 51% das empresas consideram o marketing de influência como extremamente efetivo para atrair clientes qualificados.

Conte com profissionais especializados

O marketing digital para varejo não requer apenas vontade por parte da empresa em implantá-lo é necessário contar com profissionais especializados.

Ou seja, é necessária que sua mão de obra tenha as habilidades necessárias para assumir essa área e que você dê formações constantes para que esses profissionais estejam alinhados com os objetivos da empresa.

Alguns dos perfis que mais se encaixam na área estão os profissionais criativos e que gostam de escrever, os que conhecem o setor de varejo, os que têm familiaridade com as técnicas de marketing de conteúdo como SEO, conteúdos de blog, escolha de palavras-chave e etc.

Melhore o visual da marca

Já ouviu falar que a primeira impressão é a que fica? Pois bem, tenha certeza que no marketing digital para varejo é essencial investir no visual da sua marca.

Isso quer dizer que você precisa transmitir uma boa imagem do seu negócio no mercado, afinal, isso pode ser determinante para que o cliente opte por fechar negócio com você.

O visual pode ainda ser um diferencial competitivo para que você não passe despercebido no meio de inúmeras empresas que oferecem o mesmo serviço. Podemos citar como exemplo empresas como Nike e Apple, em que você bate o olho e sabe identificar quem são de cara.

Além disso, a identidade visual quando bem elaborada passa maior credibilidade e profissionalismo.

Use ferramentas de automação

O estudo TechTrends aponta que mais de 80% das organizações que aplicam  estratégias de marketing digital na sua rotina usam ao menos um software ou ferramenta de automação.

Esse tipo de ferramenta é uma mão na roda no marketing digital para varejo nas empresas que desejam otimizar o tempo e a produtividade.

Pois, eliminam etapas burocráticas e facilitam a comunicação com o cliente. Podemos destacar, entre as principais do mercado, as seguintes ferramentas de automação que podem ser adotadas num cenário de marketing digital para varejo:

  • Hubspot: ferramenta ideal para quem deseja aumentar o tráfego do site, gerar mais leads e fazer uma análise completa das campanhas estratégicas.
  • MailChimp: referência em ações com foco em e-mail marketing. Essa ferramenta permite uma visualização ampla das campanhas e aponta quais deram resultado, mostrando quem abriu, leu ou excluiu o e-mail. Além disso, facilita a construção do seu mailing e rede de contatos.
  • SharpSpring: presente em 26 países, essa ferramenta de automação permite a criação de um CRM próprio, criação e definição de personas, construção de landing pages e ainda permite a integração junto ao Google Adwords.
  • RD Station: considerada uma das ferramentas de automação mais completas do mercado ela permite a empresa não só trabalhar com disparo de e-mail marketing, mas também com agendamento de publicação nas redes sociais, criação de landing pages, gestão de contatos e análise dos leads.

Trabalhe com métricas

A métrica é essencial para empresas que desejam obter sucesso no mercado. No marketing digital para varejo trabalhar com métricas não é opção, mas obrigação por parte da empresa.

Tudo precisa ser medido para que seja possível avaliar qual tipo de estratégia ou campanha vem sendo eficaz e quais precisam ser corrigidas ou canceladas.

É primordial analisar os números e resultados periodicamente, por meio de KPIs (Key Performance Indicators) como: ROI (Retorno Sobre o Investimento), Taxa de Conversão e CAC (Custo de aquisição do Cliente).

Falamos sobre a importância das métricas no artigo: “Como criar indicadores de produtividade: 7 exemplos de KPIs e seus benefícios para a empresa”

Marketing digital para varejo requer planejamento

Iniciar um plano de marketing digital para varejo requer não só planejamento, mas uma dedicação intensa ao longo do processo de implementação e gestão. Muitas empresas acreditam que podem entregar essa tarefa a qualquer área ou a colaboradores que já possuem outra função.

Porém, esse é um erro crasso para que esse plano fracasse. Pois, exige uma dedicação exclusiva para que todo o investimento saia como esperado.

É necessário definir quais recursos você quer adotar: e-mail marketing, redes sociais, marketing por influência e etc., antes de investir em tudo e não conseguir se dedicar a nada.

Ao longo desse artigo demos também algumas dicas para você que deseja iniciar o marketing digital para varejo de forma sólida e embasada.

Sempre apostando em profissionais especializados, na identidade visual da sua empresa e em ferramentas de automação que irão lhe ajudar a facilitar os processos de gestão, otimizando o tempo e aumentando a produtividade.

Fonte:Xerpa

Fiscal Ti