(11) 2942-0358
contato@veritasexacta.com.br

Contabilidade 4.0: A oportunidade de Transformação

Contabilidade 4.0: A oportunidade de Transformação

Você que empreende ou atua em uma empresa Contábil já deve ter ouvido falar sobre Contabilidade 4.0.

Antes de entrarmos no aspecto da Contabilidade, é importante entender o que está por trás do termo “4.0”. Preste atenção à sua volta e perceba que constantemente esse termo vem sendo usado em diversas áreas: Indústria 4.0, Varejo 4.0, Marketing 4.0, RH 4.0, Vendas 4.0 etc.

Assim, para dar a introdução que o assunto merece, cabe esclarecer o contexto histórico das 3 primeiras revoluções industriais, as quais trouxeram a produção em massa, as linhas de montagem, a eletricidade e a tecnologia da informação, elevando a renda dos trabalhadores e fazendo da competição tecnológica o cerne do desenvolvimento econômico.

Já nessa quarta revolução industrial, é apresentado um impacto mais profundo e exponencial, pois se caracteriza um conjunto de tecnologias que permitem a fusão do mundo físico, digital e biológico. Essa quarta revolução (4.0) é por muitos conhecida como “a revolução digital”.

Fonte: http://www.industria40.gov.br/

Diante deste cenário, é possível afirmar que estamos vivenciando um novo tempo, e que, como toda transformação, carrega consigo inúmeras mudanças, grandes desafios e também grandes oportunidades.

A classe Contábil e os Empreendedores da Contabilidade

Em 2018 uma pesquisa feita pelo Instituto Francês Sapiens (que deu muito o que falar), revelou que 05 profissões correm risco de extinção e o contador estava lá entre uma delas.

O objetivo do estudo, segundo Erwann Tison, economista e diretor do instituto, não é provocar o desespero, mas mostrar que as mudanças estão chegando e que é preciso tomar atitudes para enfrentá-las. Pois bem… Uma sugestão: traga para os dias de hoje essa pesquisa e reflita o quê de curioso essa afirmação carrega… Rapidamente vamos perceber que ela trata daquele profissional ou serviço cuja execução pode ser facilmente realizada por máquinas e softwares.

Obs.: Com o avanço tecnológico, esse movimento acontece de forma inevitável em bancos, seguradoras, caixas de supermercados, callcenter entre outros, fazendo com que tarefas meramente manuais ou operacionais deem lugar às novas tecnologias, elevando assim o padrão da relação entre empresas e consumidores.

A Contabilidade 4.0

Segundo o CFC (Conselho Federal de Contabilidade), atualmente existem 355.548 contadores e 72.023 organizações contábeis.

Ao analisarmos o modus operandi de uma “Contabilidade 100% Digital” frente a uma “Contabilidade 100% Tradicional”, percebemos diferenças claras em seu modo de atuação. E a questão aqui não é sobre o que é melhor ou sobre qual modelo funciona.

Existem diversas variáveis, bem como prós e contras em ambos os modelos.

E se fosse possível atuar com o poder da Consultividade na velocidade do Digital?

E este é o ponto principal da Contabilidade adaptada ao mercado 4.0. Estamos diante de um momento incrível e que se revela como uma grande oportunidade para ajustar, aprimorar ou otimizar seu negócio e levá-lo a um próximo Nível.

Uma Contabilidade 4.0 tem como principais indicadores de sucesso as seguintes características:

  • Agrega valor aos serviços prestados;
  • Retém os atuais clientes e os transformam em fãs/promotores da marca;
  • Conquista novos clientes e se consolida em novos nichos de mercado;
  • Atua de forma replicável e/ou escalável;
  • Gera novas formas de receita recorrente.

Sabemos que o conhecimento multidisciplinar é necessário nos negócios. O profissional de destaque precisa de skills complementares à sua área de atuação, como por exemplo vendas, marketing digital, prospecção de clientes, técnicas de negociação etc.

Entretanto, em se tratando de empreendimentos contábeis de alta performance (Contabilidade 4.0) as empresas que estão em alta nos dias de hoje são aquelas que ajustaram sua rota e conseguiram se adaptar ao mercado 4.0, fazendo com que o maior diferencial competitivo seja entregar o valor da consultividade na velocidade do online.

Por: Aurélio Moura – Gerente Nacional na ASIS.

Spednews