(11) 2942-0358
contato@veritasexacta.com.br

A empresa não efetua a segregação das etapas do seu processo produtivo, ou seja, uma matéria prima com código AA, continua com o código até a finalização do projeto, mesmo que tenha ocorrido modificações durante o processo de produção. Pergunta-se: é necessário mudar o código da matéria prima, após sua modificação, por exemplo: compra de chapa de metal transformada em roldana e inserida no produto final?

A empresa não efetua a segregação das etapas do seu processo produtivo, ou seja, uma matéria prima com código AA, continua com o código até a finalização do projeto, mesmo que tenha ocorrido modificações durante o processo de produção. Pergunta-se: é necessário mudar o código da matéria prima, após sua modificação, por exemplo: compra de chapa de metal transformada em roldana e inserida no produto final?

A escrituração do Bloco K dependerá dos apontamentos e controles internos do estabelecimento informante.
Se há o apontamento da produção e estoque da “roldana” e é esta roldana que será consumida para se ter o
produto acabado – tipo 04, temos então a figura do produto em processo “roldana” – tipo 03. Caso contrário,
deverá ocorrer o apontamento do consumo da matéria-prima “chapa de metal” – tipo 01 para se obter o
produto acabado resultante – tipo 04.

Fonte:  Perguntas Frequentes – EFD ICMS IPI

Spednews