(11) 2942-0358
contato@veritasexacta.com.br

Como montar um atelier de costuras

Como montar um atelier de costuras

Você já pensou em como montar um atelier de costuras? Se terminou a faculdade de moda recentemente ou trabalha com costura há anos, provavelmente pode se interessar em saber como empreender nessa área. Afinal, o Brasil é reconhecido por ser um dos principais mercados têxteis do mundo e um excelente lugar para montar um atelier, com inúmeras opções de segmentos para atuar e faturar.

Para se ter uma ideia, o mercado nacional está entre os 5 maiores do planeta, com destaque para segmentos de jeans, homewear e design de moda. São mais de 1,5 milhões de trabalhadores empregados diretamente na área, além de muitos outros gerados indiretamente. De acordo com a FIESP, o mercado da moda no Brasil faturou R$220,6 bilhões em 2018, e até 2023 ainda deverá crescer aproximadamente 13,6%, vendendo 7 bilhões de peças só no nosso país.

Portanto, é seguro afirmar que o futuro parece promissor para quem deseja empreender na área. Quer saber como montar um atelier de costuras e realizar o seu sonho? Então siga a leitura abaixo para saber como fazer isso de forma fácil e prática!

Como montar um atelier de costuras em 5 passos

1. Tenha um plano de negócios

O primeiro passo para conseguir tirar o seu atelier de costuras do papel é ter um bom plano de negócios montado para ele. Na prática, isso significa estabelecer desde o início elementos como:

  • o tipo de atelier que você montará;
  • qual o seu público;
  • principais produtos e serviços;
  • estratégia de divulgação;
  • precificação;
  • plano de crescimento.

Por exemplo, você pode montar um atelier que produz peças específicas, feitas à mão, em uma coleção para homens e mulheres elegantes. Tudo será divulgado na Internet e as peças serão feitas à mão, com um número X de pedidos aceitos por mês.

Ou você poderá ter um atelier de costuras que fará peças simples e reparos em roupas dos clientes, tudo com um preço bem acessível e um serviço rápido. Os principais clientes serão do bairro ao redor e a divulgação será boca a boca.

2. Escolha um local adequado

Depois de montar o plano do seu atelier de costuras, o próximo passo é escolher um lugar adequado. O espaço físico vai depender do tipo de projeto que você pretende montar, com diferentes elementos sendo mais importantes ou menos importantes.

Por exemplo, um atelier que foque em arranjos rápidos, feitos para o público em geral, precisa estar bem localizado e ter um ponto de acesso fácil. Isso porque a maior parte do público virá até o local, por passar perto do espaço, além das interações com o atelier serem basicamente deixar e coletar as peças.

Já um atelier de costura que faz peças personalizadas, precisa de um espaço maior para costura, mas também para receber os clientes, conversar, apresentar desenhos e por aí vai.

3. Cuide da burocracia

Com um lugar assegurado, o próximo passo para montar um atelier de costuras é lidar com a burocracia necessária para isso. Na prática, é preciso fazer:

  • um registro na Junta Comercial local;
  • um registro na Receita Federal (para o CNPJ) e na Secretaria da Fazenda Estadual (SEFAZ do seu estado);
  • um registro na Prefeitura da sua cidade;
  • cadastro na Caixa Econômica Federal para recolher o INSS e FGTS dos funcionários;
  • enquadramento na entidade sindical patronal;
  • um registro no Corpo de Bombeiros Militar;
  • a escolha do regime tributário correto.

Lembre-se de que, de acordo com a Lei de Liberdade Econômica de 2019, atividades que são enquadradas como “baixo risco A” não precisam de alvarás de prefeituras ou autorizações da Defesa Civil e Corpo de Bombeiros. No entanto, devem seguir os requisitos da CGSIM 51/2019.

Por fim, não esqueça que um contador ou escritório de contabilidade podem ajudar a lidar com toda essa burocracia.

4. Procure por bons fornecedores

Um atelier de costuras depende de ter bons fornecedores de tecidos, linhas, fios e outros insumos para as suas criações. É importante conseguir bons acordos com os fornecedores para poder reduzir os gastos em cada produção e ter uma margem de lucro maior.

Isso porque comprar tecido no varejo pode ser muito mais caro e tornar sua margem de lucro muito pequena, inviabilizando seu negócio.

5. Monte sua linha de produção

Por fim, o último passo para que possa começar a trabalhar com o seu atelier de costuras é montar a sua linha de produção, ou seja:

  • quando e onde será feito o croqui das peças;
  • o espaço para a modelagem;
  • o momento do corte do tecido;
  • a costura e acabamento.

Pronto! Agora você já sabe como montar um atelier de costuras e poderá  empreender em uma das áreas mais dinâmicas e com maior potencial de crescimento do país. Sendo assim, se o seu sonho é ter um atelier próprio, já pode começar a dar os primeiros passos para empreender e tirar esse objetivo do papel. Se você precisar de ajuda para formalizar o seu negócio, certamente a RR Soluções poderá ajudá-lo.

Só em 2019, nós ajudamos mais de 420 empresas a nascerem, permitindo que seus donos pudessem esquecer a parte burocrática e focar somente naquilo que é determinante para o seu sucesso: ter um bom plano de negócios e desenvolver um produto bom para o mercado. Uma das nossas expertises é ajudar as empresas para que deem o pontapé inicial correto, o que é determinante para uma longa e bem-sucedida vida. Afinal, é fato que 50% das empresas no Brasil acabam fechando as portas em 4 anos. Portanto, é essencial ter o melhor apoio possível no começo da jornada para garantir que isso não vai acontecer com você.

Quer ajuda para montar o seu atelier de costuras? Então entre em contato com o nosso time especializado agora mesmo!

Fonte: Consultoria RR

Fiscal Ti