(11) 2942-0358
contato@veritasexacta.com.br

O contribuinte quer tratar cada veículo produzido com um código distinto (por chassi). Ou seja, se houver 1000 carros produzidos no mês, teríamos 1000 listas técnicas sendo que grande parte delas teriam o mesmo conteúdo, mas que formariam produtos acabados distintos. Detalhe: os arquivos XML fariam referência ao código único de veículo produzido, conforme Registro K230 e lista técnica no Registro 0210. Como seria tratada a questão no Bloco K

O contribuinte quer tratar cada veículo produzido com um código distinto (por chassi). Ou seja, se houver 1000 carros produzidos no mês, teríamos 1000 listas técnicas sendo que grande parte delas teriam o mesmo conteúdo, mas que formariam produtos acabados distintos. Detalhe: os arquivos XML fariam referência ao código único de veículo produzido, conforme Registro K230 e lista técnica no Registro 0210. Como seria tratada a questão no Bloco K

Considerando que a saída do estoque (NF-e) ocorre com o código específico por chassi, a entrada no estoque
por produção (K230) deverá utilizar o mesmo código, de tal forma que dê origem ao veículo vendido. Não
há impedimento para que códigos distintos tenham a mesma composição (0210/K235).

Fonte:  Perguntas Frequentes – EFD ICMS IPI

Spednews