(11) 2942-0358
contato@veritasexacta.com.br

Quais são os impactos da pandemia nas áreas contábeis?

Quais são os impactos da pandemia nas áreas contábeis?

– Tempo de leitura: 8 minutos.

A pandemia afetou de maneira bastante significativa a economia brasileira, gerando reflexos em praticamente todos os setores e segmentos do mercado. Diante do cenário de distanciamento social e de crise econômica, empresas tiveram que se reinventar para manter suas atividades e honrar compromissos financeiros, principalmente.

Na tentativa de minimizar os efeitos negativos da Covid-19 no meio empresarial e, principalmente, na vida das pessoas, diferentes medidas governamentais tiveram que ser adotadas ao longo do ano. Com isso, alguns impactos contábeis já puderam ser percebidos na realidade dos negócios com a finalidade de preservar as empresas, os empregos e a economia, de forma geral.

Diante da importância que esse tema representa, preparamos um artigo bastante informativo para mostrar quais foram os principais impactos causados pela pandemia nas áreas contábeis. Continue a leitura e entenda como fica a contabilidade na pandemia!

Quais os impactos da pandemia na contabilidade?

De modo mais amplo, considerando a contabilidade das empresas como um todo, é possível afirmar que a pandemia foi responsável por gerar grandes repercussões, sobretudo do ponto de vista financeiro.

Inicialmente, por exemplo, a retração da economia gerada pelo distanciamento social fez com que muitos negócios perdessem parte da sua receita, ocasionando endividamento, desorganização financeira e, em casos extremos, a extinção da empresa.

Somado a isso, a pandemia também ocasionou alterações em indicadores econômicos, impactando na questão cambial com a desvalorização da moeda brasileira, além do aumento dos custos do acesso ao crédito — o que também está diretamente relacionado à contabilidade empresarial.

Indo além, as restrições de circulação culminaram em uma maior dificuldade na distribuição de produtos e insumos, o que promoveu desajustes frequentes nos preços e a necessidade de se reformular acordos comerciais entre empresas, especialmente fornecedoras.

Não se pode deixar de mencionar que a pandemia foi responsável por acelerar a digitalização das empresas, fazendo com que muitos negócios migrassem seus processos para os meios digitais — o que pode ser visto como uma das partes boas desse cenário de crise.

Quais foram os impactos contábeis?

Em razão dos profundos impactos econômicos, diversas medidas foram sendo adotadas ao longo do ano de 2020 com a finalidade de minimizar os efeitos danosos da crise. O governo federal, por exemplo, expediu diferentes decretos tratando de matérias com repercussão na área contábil, como:

  • prorrogação do prazo de recolhimento de tributos federais (PIS/COFINS, contribuições previdenciárias);
  • prorrogação do prazo de pagamento de tributos do Simples Nacional (INSS, ICMS e ISS);
  • prorrogação do prazo de apresentação de obrigações acessórias, a exemplo da DCFT e da EFD;
  • medidas trabalhistas a serem adotadas pelos empregadores durante o enfrentamento da Covid-19;
  • suspensão da contagem do prazo prescricional de débitos relativos às contribuições ao FGTS;
  • prorrogação do prazo de validade dos certificados de regularidade do FGTS;
  • instituição do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda, o qual trouxe diferentes medidas trabalhistas a serem adotadas pelas empresas;
  • redução de alíquotas de IPI incidentes sobre diversos produtos utilizados no combate ao coronavírus;
  • redução da alíquota de IOF que incidia sobre uma relação de operações de crédito;
  • alteração de regras relativas ao parcelamento de débitos junto à RFB (Portaria Conjunta RFB/PGFN nº 541/2020);
  • prorrogação do prazo de validade de certidões negativas de débito emitidas.

Além dessas medidas, o Governo Federal criou também uma linha de crédito especial, destinada a atender às necessidades dos micro, pequenos e médios empresários. O programa foi batizado de Capital de Giro para Preservação das Empresas (CGPE).

Instituído por meio da Medida Provisória nº 992/2020, o programa prevê a oferta de linha de crédito às empresas que apresentam um faturamento anual de até R$ 300 milhões e poderá ser solicitado até 31 de dezembro de 2020.

Como as empresas devem se adaptar diante dessa nova realidade?

Apesar do cenário de crise, os negócios estão conseguindo superar os desafios e se adaptar ao novo panorama do mercado. Nesse sentido, é inegável a importância que as medidas citadas tiveram sobre as empresas, dando um fôlego a mais para que empresários pudessem se planejar e traçar novas estratégias para atuar a partir de agora.

Com o retorno gradual das atividades e o anúncio das vacinas, o mercado já se recompõe. Porém, isso não muda o fato de que mesmo no pós-pandemia as empresas terão muito a fazer para se manter competitivas e aderentes aos novos padrões. Isso porque, muitas das mudanças impostas pela Covid-19 permanecerão, fazendo parte do chamado “novo normal”.

Diante desse fato, às empresas só resta uma alternativa: se adaptarem à realidade do mercado. Nesse sentido, um dos aspectos mais latentes desse novo cenário é a digitalização. Com o distanciamento social, o mundo se tornou ainda mais digital. A internet agora faz parte do dia a dia das empresas, seja de forma direta, seja de maneira indireta, dando suporte às operações.

Esse é o momento ideal para investir em novas tecnologias e metodologias, integrando cada vez mais os meios digitais à realidade do negócio. Como exemplo, destaca-se a utilização de documentos em formato digital, que hoje viabilizam transações muito mais ágeis, seguras e totalmente remotas.

Os documentos eletrônicos também são a base para vendas mais eficientes, permitindo a assinatura remota de contratos, com total validade jurídica, por meio do Certificado Digital e plataformas de assinaturas. O Certificado Digital SSL também é a base para o reforço da segurança de sites e e-commerces, formatos que se tornarão ainda mais relevantes a partir de agora.

Como a Soluti pode ajudar neste contexto?

Com uma experiência já reconhecida no mercado de Certificação Digital, a Soluti é a parceira ideal para os negócios que buscam explorar de forma ainda mais inovadora, segura e profissional as diversas possibilidades que os meios online podem oferecer.

A Soluti oferece uma gama completa de produtos e serviços voltados para a Certificação Digital, permitindo que empresas modernizem seus processos, abandonado de vez o uso do papel, processos manuais e a burocracia.

Além disso, a Soluti ainda conta com o Assine.Online, uma plataforma de assinaturas robusta e eficiente, que garante mais produtividade e economia aos negócios, a partir da gestão eletrônica de documentos e assinaturas digitais.

Por meio de uma ampla rede de atendimento, a Soluti é parceira ideal para empresas e profissionais da contabilidade que desejam não só se adaptar a nova realidade do mercado, mas inovar e ir mais longe no setor, mesmo em um cenário tão complexo.

Agora que você já está mais inteirado sobre os impactos contábeis gerados pela pandemia, não pare por aqui. Aproveite para confira também o nosso artigo sobre os impactos da LGPD na contabilidade!

Fonte: Soluti

Fiscal Ti