(11) 2942-0358
contato@veritasexacta.com.br

Entenda o que é o perfil comportamental e porque aplicá-lo na empresa

Entenda o que é o perfil comportamental e porque aplicá-lo na empresa

O processo de seleção é algo desafiador, não somente para os candidatos a uma determinada vaga de trabalho, mas também para os responsáveis pelo recrutamento. Muitas vezes, os profissionais de RH realizam uma contratação por se encantarem por um excelente currículo. No entanto, depois, vem a surpresa: a pessoa não se porta bem ou não é adequada para a equipe. Faltou a análise do perfil comportamental.

Afinal, o que é esse conceito? Por que é importante aplicá-lo na empresa, não só na hora de escolher um profissional, mas também com o time já existente? Quais são os principais ganhos? Isso e muito mais explicaremos a seguir. Continue a leitura!

O que é perfil comportamental?

Primeiramente, é importante definirmos o que é perfil comportamental. Trata-se das características de cada profissional, que formam quem ele é. São vários os tipos que existem, como falaremos a seguir. Essa variedade, porém, não significa necessariamente que uns têm mais qualidades que outros; apontam para o fato de que há profissionais mais adequados a uma atividade, a uma vaga, a um time ou a uma empresa em especial.

Quais são os tipos de perfis comportamentais?

Chegou a hora de falarmos sobre quais são os perfis comportamentais. O método mais conhecido de identificação destes é o chamado DISC. Veja abaixo o que ele propõe!

Dominance (dominância)

Conhecido como “executor”, esse perfil é bastante proativo e não se intimida frente aos obstáculos, pelo contrário: até gosta deles. No entanto, tem uma tendência ao autoritarismo.

Influence (influência)

Aqui se encaixa o comunicador. Trata-se daquele profissional que tem carisma, é motivado e se relaciona bem com os colegas. Contudo, tem dificuldades em relação a foco e planejamento.

Steadiness (estabilidade)

Já o planejador é aquele colaborador que, conforme o próprio nome sugere, tem seus planos de ação, é conservador e centrado. Todavia, pode não se dar bem com improvisos.

Conscientiousness (conformidade)

Por fim, o analista é aquele que é detalhista, responsável e segue as regras. É minucioso e cuidadoso com o que faz. Entretanto, o trabalho sob pressão é um desafio para esse perfil.

Por que aplicá-lo na sua empresa?

A aplicação do perfil comportamental na empresa permite uma contratação mais eficiente, de acordo com as lacunas que precisam verdadeiramente ser preenchidas. Recrutar pessoas com características idênticas contribui para a formação de uma equipe totalmente homogênea, com as mesmas dificuldades e os mesmos acertos, o que é contraproducente. Portanto, investir na diversidade é relevante.

Outra questão importante tem a ver com as pessoas que já fazem parte de um time. É necessário identificar as forças e as fraquezas de cada uma para colocá-las na posição e função corretas, onde poderão contribuir de maneira mais efetiva. Além disso, há a diminuição do turnover, pois os profissionais ficam muito mais motivados por estarem trabalhando em projetos que realmente combinam com eles, entre outras vantagens.

Dessa forma, para avaliar o perfil comportamental, deve-se observar as competências do profissional e traçar um paralelo com o jeito como a pessoa é e se porta. O perfil comportamental é um aspecto importante na hora da contratação. A partir dele, consegue-se chegar com eficiência aos candidatos que mais se encaixam ao que a empresa quer e precisa, o que é um benefício para ambos os lados.

Gostou deste artigo? Quer ter acesso a mais conteúdos como este? Assine a nossa newsletter e receba nossos materiais no seu e-mail!

Fonte: Folha Certa

Fiscal Ti