(11) 2942-0358
contato@veritasexacta.com.br

5 linhas de crédito para começar um novo negócio

5 linhas de crédito para começar um novo negócio

Abrir uma empresa e fazê-la crescer exige investimento. Muitas vezes, mesmo com uma gestão financeira impecável, torna-se necessário recorrer a alguns recursos para conseguir tornar sua empresa mais competitiva no mercado.

Uma das opções para isso é contar com linhas de crédito, oferecidas por instituições financeiras. É importante entender que utilizar essa ferramenta não significa que a situação esteja ruim, podendo ser usada, inclusive, para alavancar os seus resultados, com o investimento em melhorias internas.

É, também, uma opção para manter o negócio em pleno funcionamento em situações adversas, sim. É o caso, por exemplo, daquelas destinadas ao capital de giro. Por isso, é importante conhecer melhor tal ferramenta e compreender como é possível fazer sua empresa crescer com esse recurso. Continue lendo e tire suas principais dúvidas sobre o tema.

O que são linhas de crédito?

As linhas de crédito são formas de financiamento e empréstimo oferecidas para empresas ou, então, para quem deseja empreender. Assim, são disponibilizados recursos para Pessoas Jurídicas por instituições financeiras do mercado (tanto nacionais quanto internacionais) ou, até mesmo, pelas fintechs, uma das grandes tendências do mercado atualmente.

As linhas de crédito são utilizadas para viabilizar projetos, resolver dívidas pendentes, auxiliar em investimentos, entre outros benefícios. Normalmente atuam de modo semelhante a cartões de crédito, com limites pré-estabelecidos de acordo com análises realizadas pelas instituições, que verificam sua capacidade de pagar os valores concedidos no futuro. Os pontos avaliados são:

  • renda mensal;
  • histórico da empresa;
  • bens e ativos do negócio.

Sua diferença para os empréstimos convencionais é que você tem acesso a uma linha de crédito, mas não precisa utilizá-la completamente. Assim, o negócio deve arcar apenas com o que realmente gastar. Por isso, a gestão financeira com essa escolha deve ser impecável, a fim de evitar possíveis desperdícios.

No empréstimo, você solicita um valor específico e o recebe imediatamente. E mesmo que você utilize menos do que o pedido, terá de pagar o valor total.

No caso da linha de crédito, é parecido com o limite do cheque especial ou limite do cartão para pessoa física: você pode gastar até aquele valor e precisará arcar com ele. É uma alternativa tanto para superar a falta de liquidez financeira nos momentos de crise, melhorando o fluxo de caixa e o capital de giro, quanto para investir em melhorias na empresa.

Quais as opções de linhas de crédito disponíveis no mercado?

É importante saber que há diversas linhas de crédito disponíveis no mercado, tornando-se fundamental para uma gestão financeira equilibrada. Vejamos os principais tipos a seguir.

1. Crédito para investimento fixo

Normalmente é empregado quando há demanda de um investimento específico em seu negócio e, portanto, é preciso uma determinada quantia, de forma pontual, em um tempo específico. Para essa modalidade, normalmente, as instituições bancárias concedem taxas de juros menores, bem como um prazo maior para o pagamento dos valores.

2. Crédito para capital de giro

Nesse caso, a concessão de crédito é feita para que você possa solucionar compromissos da empresa, a curto e médio prazo, relacionados ao seu funcionamento, garantindo a fluidez do capital de giro até que a situação se acerte.

É uma das modalidades de linha de crédito mais oferecidas no país, pois possibilita a sobrevivência do negócio, como a quitação da folha de pagamento, contas e fornecedores. Os prazos e taxas vão variar de acordo com o perfil da empresa, bem como será adquirida a linha de crédito com um banco tradicional ou agências de fomento.

3. Financiamento

Similar ao crédito para investimento fixo, a diferença é que essa linha é utilizada para o financiamento de ativos específicos, tais como:

  • imóveis;
  • veículos;
  • maquinário, entre outros.

4. Antecipação de recebíveis

A linha de crédito de antecipação de recebíveis é bastante utilizada para quem precisa de mais agilidade no recebimento, para um fluxo de caixa mais consistente. Assim, é possível antecipar quantias que o negócio teria a receber (por exemplo, valores de boletos, linhas de crédito que a própria empresa ofereceu para clientes, compras no cartão, entre outros).

Com isso, a empresa utilizará apenas o total esperado no futuro, sem a necessidade de gerar uma nova dívida, com uma taxa pequena de juros. Essa modalidade também é oferecida, muitas vezes, por operadoras de cartão de crédito.

5. Microcrédito

Diversas vezes, os empreendedores de empresas pequenas acreditam que não conseguirão concessões de crédito vantajosas, mas isso não é verdade. Para pequenos valores, eles podem contar com o microcrédito.

É possível solicitar linhas menores, com pagamento em um prazo mais curto e juros mais atrativos. Normalmente tal modalidade é solicitada por profissionais que ainda atuam na informalidade, MEIs ou pequenos empreendedores.

Essa linha de crédito pode ser empregada, justamente, para ser uma maneira de impulsionar quem está começando e, assim, fazer com que um pequeno negócio possa crescer e tornar-se mais competitivo no mercado.

Por exemplo, para um designer que atua como MEI, pode-se aplicar o microcrédito para adquirir um notebook com mais recursos e, assim, destacar-se no mercado com trabalhos mais robustos, fazendo seu negócio crescer.

Que tal uma dica para quem está começando agora?

Se você está começando a se interessar por empreender agora e não sabe por onde começar, um bom negócio é a revenda de Certificados Digitais. Essa é uma área que está cada vez mais em alta, principalmente, porque o mercado tem demandado a modernização dos processos produtivos.

Isso ficou evidente, por exemplo, com a pandemia do novo coronavírus e o isolamento social. Foi preciso que as interações pessoais diminuíssem, com isso, a necessidade pela assinatura feita de modo eletrônico passou a ser cada vez maior, ou seja, essa área teve muito mais destaque no mercado.

Por isso, abrir uma empresa como Autoridade de Registro pode ser uma boa solução para você que deseja empreender, ter melhores resultados e conseguir potencializar sua qualidade de vida, bem como ter uma carreira de sucesso. E, além disso, é uma área que necessita de baixo investimento inicial, de maneira que não precisará comprometer seu orçamento com linhas de crédito.

Fonte: Soluti

Fiscal Ti