(11) 2942-0358
contato@veritasexacta.com.br

Contador para corretor de seguros: qual a importância?

Contador para corretor de seguros: qual a importância?

A contabilidade é uma área de grande importância, mas que normalmente é reduzida “apenas” ao contexto de empresas de pequeno, médio e grande porte. Ou seja: imagina-se que um serviço contábil é útil apenas para um negócio estruturado, com vários funcionários e alto fluxo de faturamento. No entanto, profissionais liberais também podem (e devem!) fazer bom uso das técnicas contábeis para melhorar sua atividade. É por isso que se torna importante escolher um bom contador para corretor de seguros.

A escolha de um bom profissional ou escritório de contabilidade para lidar com as obrigações contábeis da sua atuação profissional pode ter impactos que, à primeira vista, você não enxerga. No entanto, quando começam a ser somados, mostram como a contabilidade tem o poder de garantir maior competitividade, lucratividade e dinamismo para qualquer tipo de atuação profissional, das grandes empresas até profissionais liberais.

E aí, quer ver na prática a importância do contador para corretor de seguros? Então siga a leitura do artigo abaixo!

Qual a importância do contador para corretor de seguros na prática?

Redução de custos

Um dos principais benefícios que um contador pode trazer a um corretor de seguros é a redução de custos na sua atividade. Esse benefício aumenta a margem de lucro e faz com que o profissional possa ganhar uma folga financeira importante, especialmente em períodos mais conturbados.

Essa redução de custos vem em três processos diferentes:

  • adequação tributária;
  • eliminação de erros que geram multas e juros;
  • planejamento tributário para encontrar oportunidades de elisão fiscal.

A adequação tributária acontece quando a empresa (no caso, o corretor de seguros) adere ao regime tributário mais adequado para ele. Nem sempre a melhor opção é o Simples Nacional (que tende a ser escolhido pela maioria das pessoas). É essencial analisar as condições de cada regime e fazer as contas para decidir qual deles gera a menor carga tributária.

Em segundo lugar, o trabalho de um escritório de contabilidade reduz erros e problemas que possam resultar em multas e juros para o profissional. Por exemplo, imagine que você esqueceu de pagar o DAS em dois ou três meses. Os juros desse período podem fazer falta no fechamento do ano.

Por fim, um escritório de contabilidade fará um planejamento tributário para encontrar oportunidades de elisão fiscal (a redução de carga tributária por meios legais, como aplicação para desonerações, por exemplo). Isso também ajuda a diminuir os custos do corretor.

Aumento de produtividade

Imagine um corretor de seguros que faz a própria contabilidade e só deixa para um contador a assinatura dos relatórios. Quantas horas por semana ele perde com emissão de notas, controle de fluxo de caixa e outras obrigações? Se ele perder 1 hora por dia com isso, são 22 horas no mês. Se em cada hora, em média, ele receber R$70,00 de comissão de vendas, são R$1.540,00 que deixam de ser coletados todos os meses.

Contar com um contador ou escritório de contabilidade permite que essas horas sejam dedicadas a atividades produtivas para o seu faturamento. É claro que isso não significa que, necessariamente, o profissional aumentará seu faturamento em R$1.540,00. Ele pode produzir menos, mas também pode acabar produzindo mais. Isso dependerá da sua capacidade. No entanto, pelo menos ele terá essa oportunidade ao seu dispor.

Mais flexibilidade contábil

Quando um corretor de seguros conta com o apoio de um escritório de contabilidade, ele ganha maior flexibilidade contábil para poder realizar estratégias de negócio. Isso significa, por exemplo, estruturar seus ganhos pessoais via pró-labore, caso seja mais vantajoso.

Há sempre uma opção contábil que pode aumentar os ganhos do profissional ou permitir que ele atue em um novo mercado. Contar com um time especializado ajuda a identificar isso.

Melhor estrutura administrativa

Por fim, o apoio de um escritório de contabilidade ajuda o corretor de seguros a ter uma estrutura administrativa otimizada. Por exemplo, ele pode ser EI (Empresa Individual) ou EIRELI (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada).

No primeiro caso, o empreendedor responde a dívidas da empresa com seus bens pessoais, ou seja: se ele tiver um carro em seu nome e precisar pagar uma dívida da empresa, o automóvel poderá ser penhorado para saná-la . Já no caso de uma EIRELI, isso não ocorre. No entanto, para abrir uma EIRELI é necessário depositar como capital social 100x o valor do salário mínimo da época (atualmente R$1.102,00). Portanto, seria necessário depositar R$110.200,00.

O apoio de um contador especializado pode ajudar a destrinchar essas opções e ver qual delas é a mais indicada para o seu caso.

Pronto! Foi possível ver a importância do contador para corretor de seguros, não é mesmo? Agora que você já entendeu que é essencial garantir um bom serviço contábil feito para você, é hora de contratar um bom escritório para trabalhar a seu favor. Aqui na RR Soluções em Contabilidade & Finanças, nós somos especializados em Contabilidade Digital e usamos a tecnologia para poder explorar ao máximo as capacidades da contabilidade para nossos clientes. Além de termos expertise no setor de corretagem de seguros, temos uma equipe preparada para transformar a sua atuação profissional para o melhor.

Fonte: Consultoria RR

Fiscal Ti