(11) 2942-0358
contato@veritasexacta.com.br

Piso Regional SC 2021- Confira valor definitivo

Piso Regional SC 2021- Confira valor definitivo

Em 2020 houve reajuste no Piso Regional SC, sendo de 4,96%, retroativo a 1º de janeiro de 2020. O piso salarial antes disso era de R$1.158, e passou a ser R$1.215.

Agora, em 2021, no último dia 17, o Governador Carlos Moisés sancionou a Lei Complementar nº 771/2021 que estabelece os novos valores para as quatro faixas do salário mínimo regional. O aumento médio foi de 5,45%.

Em qual faixa se encontra o emprego doméstico?

A empregada doméstica se encontra na primeira faixa salarial, onde estão os serviços de agricultura e pecuária, indústrias extrativas e beneficiamento, empresas de pesca e aquicultura, por exemplo.

Nessa faixa, com o reajuste, o piso salarial passa a ser de R$1.281. Um aumento de R$66 mensais.

Importante: os valores são retroativos a 1º de janeiro de 2021.

Como funciona o valor retroativo do Piso Regional SC?

Quando sancionada a lei do piso salarial, o empregador deve pagar a diferença no salário mensal da doméstica não só no mês em que o reajuste foi proposto.

Exemplo: nesse ano o reajuste foi decretado em março. O salário da doméstica, que antes era de R$1.215, passa a ser de R$1.281.

Então:

Janeiro: R$1.215 (pago) + R$66

Fevereiro: R$1.215 (pago) + R$66

Março: R$1.215 + R$66

Ou seja, referente ao mês de março, o empregador pagará R$1.281 (1.215 + 66) + 66 (fevereiro) + 66 (janeiro) = R$1.413.

Atenção: a diferença dos meses anteriores deverá ser quitada, sem falta, no próximo salário da doméstica.

Como alterar a carteira de trabalho com o novo Piso Regional SC?

O reajuste salarial não precisa ser alterado na Carteira de Trabalho física. Isso porque, desde 2017, existe a Carteira de Trabalho Digital.

Acesso:

  1. Primeiramente, a Carteira de Trabalho Digital pode ser acessada tanto via aplicativo (Android ou iOS) como via navegador;
  2. Para ter acesso ao documento é necessário fazer o cadastro;
  3. A empregada doméstica deverá responder a um questionário.

Pronto! De maneira 100% gratuita a Carteira de Trabalho Digital foi emitida. Agora, a doméstica poderá ter acesso fácil à sua jornada de trabalho e histórico trabalhista, por exemplo.

E mais: com a Carteira Digital em tão fácil acesso, as informações contratuais ficam liberadas para consulta sempre que necessário, evitando problemas trabalhistas futuros.

Carteira de Trabalho e o novo piso salarial

Agora que a trabalhadora já tem cadastro digital, o empregador deverá acessar o site do eSocial.

Feito isso, ir até o campo “Dados Contratuais do empregado” e, em seguida, clicar em “Remuneração Mensal” e atualizar o salário.

Fonte: idomestifcca.com.br

Fiscal Ti