(11) 2942-0358
contato@veritasexacta.com.br

Conheça as vantagens do Certificado Digital A1

Conheça as vantagens do Certificado Digital A1

De acordo com os números divulgados pelo Instituto de Tecnologia da Informação (ITI), o total de Certificados Digitais ativos no Brasil atualmente já supera 10 milhões de unidades. Dessa quantidade, 99,3% corresponde aos Certificados do tipo A1 e A3, enquanto apenas 0,7% são de outros tipos.

O Certificado Digital A3 é o modelo com maior adesão, representando 53,2% do total das unidades ativas. A categoria A1, por sua vez, representa 46,1% do total de Certificados ativos —, ou seja, uma parcela também significativa dos usuários.

Os dados mostram que há uma distribuição relativamente homogênea entre os Certificados A1 e A3, já que se tratam de modelos com funcionalidades praticamente idênticas, diferenciando-se, basicamente, em relação ao prazo de validade e à forma de armazenamento do arquivo.

Neste artigo, falaremos um pouco mais sobre o Certificado Digital A1, destacando as suas vantagens e utilização. Continue a leitura e saiba mais sobre esse formato!

O que é o Certificado Digital A1?

O conceito por trás do Certificado Digital A1, na prática, não se diferencia do Certificado Digital propriamente dito. Assim, ele também pode ser compreendido como um documento eletrônico que contém um conjunto de caracteres e dados do seu titular, os quais são utilizados para identificá-lo, de maneira precisa e segura, em operações efetivadas em ambientes digitais.

Portanto, o Certificado Digital A1 nada mais é do que um tipo específico de Certificado, cujo principal aspecto é a dispensa do uso das chamadas mídias criptográficas, como o Token e o Smartcard. Na categoria A1, o Certificado Digital é instalado diretamente no computador, garantindo alguns diferenciais, como veremos mais adiante.

Quais os benefícios do uso do Certificado A1?

Em termos de segurança e de funcionalidade, os Certificados Digitais A1 ou A3 são bastante semelhantes. Ambos garantem validade jurídica, integridade e total segurança às transações efetivadas por intermédio dessa tecnologia.

Assim, é importante deixar claro que, quando se trata dos formatos A1, A3 ou em nuvem, não existe um melhor do que o outro, há, sim, um tipo que se ajusta melhor às necessidades do seu utilizador.

Como o foco deste conteúdo é esclarecer os principais pontos e vantagens do modelo A1, convém destacar alguns dos seus benefícios. Vejamos!

Utilização simultânea

Por ser utilizado diretamente no computador, o Certificado A1 possibilita acesso e uso simultaneamente. Nesse sentido, por exemplo, um supermercado com vários caixas, que necessita emitir cupons fiscais em cada um deles, pode empregar apenas um Certificado A1, instalado em um computador central, acessado via rede.

Assim, todos os caixas da loja podem emitir os cupons fiscais com um único Certificado. Além disso, também é possível instalar o Certificado em diferentes máquinas ao mesmo tempo — o que é muito útil para o caso de empresas com diferentes filiais, por exemplo.

Acesso remoto

Como não depende da presença de um suporte físico, como o Token, o Certificado Digital A1 tem como grande vantagem o seu acesso remoto. Ao ser instalado em um computador ou em um servidor, você pode acessá-lo de modo online, por exemplo, de qualquer lugar, e assinar um documento com Certificado Digital.

Reforço à automação

Como se sabe, existem negócios que dependem da utilização de sistemas de emissão de notas fiscais, em razão do grande volume de transações realizadas. Nesse caso, o Certificado Digital A1 é o formato mais indicado, pois facilita o processo de automação da emissão dos documentos fiscais em e-commerces ou empresas com grande volume de vendas, por exemplo.

Menor risco de extravio ou perda

Por não utilizar uma mídia física própria, que pode ser perdida, extraviada ou esquecida em algum dispositivo, o Certificado A1 também oferece um ganho em termos de segurança. Com ele, o arquivo é instalado diretamente na máquina, ficando salvo sem a necessidade de um Token ou de um Smartcard, como destacado.

Como é feita a sua renovação?

Esse é um dos principais pontos que diferencia o Certificado Digital A1 da modalidade A3. O Certificado A1 oferece um prazo de validade de um ano, enquanto o modelo A3 tem um período maior ― três anos.

Em razão dessa característica, a renovação do Certificado A1 precisa ser feita com uma regularidade maior, isto é, pelo menos uma vez por ano. Apesar disso, trata-se de uma modalidade de Certificado, cujo custo de aquisição e renovação é mais baixo. Logo, não há nenhuma desvantagem em relação aos custos.

Muito embora a renovação do Certificado A1 seja necessária anualmente, é necessário destacar que esse é um processo bastante simples e ágil, não demandando muito tempo e esforço por parte do usuário. Isso porque, com os avanços da tecnologia, já é possível realizar essa renovação de forma online, em poucas ações, mediante a validação de algumas informações pela Autoridade Certificadora responsável.

Isso significa que o usuário não tem mais de perder tempo em filas para proceder com a renovação do seu Certificado, tornando o processo muito mais cômodo, ágil e econômico.

Como adquirir o Certificado Digital A1?

Para ter as vantagens e facilidades oferecidas pelo Certificado Digital A1, o interessado deve, primeiramente, escolher uma Autoridade Certificadora confiável, credenciada junto ao ITI e autorizada a emitir o documento, a exemplo da Soluti, empresa referência e líder no segmento atualmente.

Definida a Autoridade Certificadora responsável pela emissão, o passo seguinte é fazer a aquisição do Certificado A1.

Concluída a compra, as etapas seguintes envolvem a validação de documentos e informações da pessoa interessada na emissão. 

No entanto, dado o momento de pandemia e seguindo determinadas regras do ITI, a Instrução Normativa nº 05 de 22 de fevereiro de 2021 permite realizar a validação de modo online, por meio de videoconferência, ou seja, o processo pode ser 100% online.

Fonte: Soluti

Fiscal Ti