(11) 2942-0358
contato@veritasexacta.com.br

Estrutura de carreira: tudo sobre, principais vantagens, exemplos e como aplicá-la!

Estrutura de carreira: tudo sobre, principais vantagens, exemplos e como aplicá-la!

Uma carreira é a jornada e trajetória percorrida pelo colaborador durante sua vida profissional, sendo atrelada às suas experiências, vivências e objetivos. E a carreira em Y, está ligada a hierarquia ou posicionamento profissional, que visa a promoção do colaborador a um expert, especialista de determinada área.A oportunidade de evolução de carreira a um cargo promissor, desperta a ambição e perseverança dos colaboradores, que passam a almejar sempre o seu melhor em busca de uma colocação que faz juz ao seu perfil profissional e aos investimentos que fez no decorrer dos trabalhos da empresa.

Neste artigo, iremos falar como você pode elaborar uma estrutura de carreira em y para implementar na sua empresa, de maneira que o seu colaborador se sinta desafiado e inspirado.

Veja a seguir os temas que iremos abordar:

Mantenha a leitura:

Como funciona a carreira em y dentro de uma empresa?

Enquanto nas carreiras tradicionais um profissional precisa trabalhar por anos dentro de uma empresa para conseguir uma colocação como gerente e, assim, chegar ao auge da experiência profissional, na carreira em Y ocorre totalmente o oposto. O colaborador pode escolher dois caminhos: se tornar um especialista na área ou assumir papel de gestão.

A busca por uma promoção quase inalcançável desanima os colaboradores que acabam se desligando da empresa, a fim de buscar novas oportunidades de emprego no mercado visando assumir uma posição de cargo superior.

O que acontece é que anos de experiência nem sempre estão atreladas ao talento de gerir pessoas. Nem todo profissional possui um perfil de líder, apesar de possuir toda a parte técnica, pois não se trata de algo limitado e linear, existem mais possibilidades de encontrar o perfil de líder e torná-lo um especialista que saiba administrar pontos estratégicos.

Como funciona a carreira em y dentro de uma empresa?

A carreira em Y é voltada ao profissional que esteja apto a exercer um cargo e uma responsabilidade, mesmo sem uma extensa experiência, é para o colaborador que tem a vontade de se aprofundar na área que atua e de ser reconhecido por isso.

Em muitos casos, os profissionais que não possuíam tanta técnica, mas conseguem se destacar entre os demais colaboradores, se tornam um diferencial e aumentam as chances de progredir na carreira de trabalho da empresa.

Cabe a equipe de RH da empresa criar um modelo de carreira em y para orientar e direcionar o profissional, de acordo com a especialização que mais se encaixa no perfil e que traga aprimoramentos ao colaborador e a empresa.

Qual a estrutura de uma carreira em y?

Para explicar a estrutura da carreira em Y, vamos considerar os primeiros instantes da vida de um profissional, no qual inicia a carreira em cargos de:

  • Aprendiz;
  • Estagiário;
  • Trainee;
  • Operacional, auxiliar ou JR;
  • Analista ou assistente.

Essa estrutura exemplifica um caminho inicial, que na carreira em Y após esse início tem dois caminhos a seguir:

  • Caminho 1:  Especialização
  • Consultor;
  • Especialista;
  • Mestre, Doutor;
  • Conselheiro;
  • Especialista.


Caminho 2: Gestão

  • Coordenador ou Supervisor;
  • Gerente;
  • Diretor;
  • Presidente.

Assim, ao invés de ter que percorrer anos de trabalho para chegar em um possível cargo de gerência, o profissional encontra outras possibilidades que tenham a ver com a sua experiência atual.

Podendo alavancar um alto passo na carreira sem precisar de uma promoção tão distante, pois a opção de Caminho 1, torna mais próximo essa prospecção.

Principais características

Por estar totalmente ligado a oportunidades de crescimento no mercado de trabalho, a carreira em Y abrange várias características que facilmente criam uma demanda para a empresa e exigem um perfil de cada profissional.

Conheça mais sobre as características a seguir:

Competitividade

Visando o lado positivo de uma competição, em que o colaborador se vê desafiado a buscar sempre a sua melhor versão e em mostrar o seu diferencial, é preciso existir um equilíbrio de autoconhecimento e de superação de falhas para não competir de maneira prejudicial.

Criatividade

É fundamental para a inventividade e demonstração de talento, quanto mais criatividade for utilizada mais irão surgir novas ideias, soluções, inovação e respectivas estratégias de melhorias para a empresa.

Inovação

Estar em constante atualização de competências, para não fazer mais do mesmo e ter a possibilidade de criar novas alternativas.

Troca de conhecimentos práticos

O profissional precisa ter boas expectativas de sucesso alinhadas a sua base de conhecimento, seja essa técnica dentro de uma especialização ou experiências práticas, a troca com outros colegas de equipe também é fundamental para aderir um crescimento alinhado aos valores da empresa.

Resolução de problemas

É preciso ter aptidão para resolver, da melhor maneira possível,  os problemas junto a equipe. Com auxílio da gestão de riscos, transparência e cautela alinhadas aos outros pontos de conhecimento e inovação, é possível criar resoluções ágeis e plausíveis.

Principais vantagens da carreira em y:

Além da empresa ter novos perfis profissionais e maior diversidade em seus setores, existem outras vantagens que contemplam a carreira em Y. Separamos abaixo alguns tópicos:

Cenário alinhado ao profissional

Não há só alinhamento ao mercado de trabalho, mas a carreira em Y é totalmente alinhada ao perfil do profissional, que ocupará uma nova parcela de especialistas ou gestores da empresas, dentro das próprias características pessoais e profissionais.

Autonomia a mudanças

Por ter características de criatividade, inovação e competitividade, o colaborador passa a ter mais autonomia, se sente mais confortável a fazer sugestões e colocar em prática novas implementações que gerem mudanças positivas para a empresa.

Novos talentos

Com as oportunidades dadas em uma fase inicial de carreira, a empresa acaba por atrair novos talentos interessados nos aprendizados e potencial de crescimento que a empresa oferece.

Valorização individual

Por ser traçado um perfil de profissional, e ser feita uma avaliação de conhecimentos e estratégias para designar a vaga correspondente ao colaborador candidato a nova aquisição de tarefas. O profissional se sente valorizado por estar sendo redirecionado a uma posição e área na qual ele quer trabalhar.

Atuação em área de conhecimento

O profissional tem a oportunidade de exercer suas funções na área em que possui conhecimento, e está disposto a ganhar mais experiência prática, o que faz a empresa ter áreas de conhecimento cada vez mais diversificadas.

Maior atratividade

Por ter muitas vantagens e amplas possibilidades de crescimento, os profissionais tendem a buscar empresas que disponibilizam a carreira em Y, como uma oportunidade de emprego, visando o crescimento e benefícios de empregabilidade que são oferecidos.

Redução de rotatividade de funcionários

Por dar oportunidades aos próprios funcionários, o número de desligamentos e demissões diminui. Pois, uma empresa que adota a carreira em Y valoriza os profissionais de maneira interna. Diferente da maioria das empresas, as quais preferem fazer contratações externas, acabando por desmotivar os profissionais contratados que almejam recolocação.

Fit do perfil do colaborador com suas tarefas

Da mesma maneira que uma pessoa experiente, pode não ter um potencial de gerenciamento de equipes, um profissional sem experiência também pode não ter aptidão para se tornar um especialista.

Por conta disso vamos abordar um pouco mais sobre esses dois perfis.

Gerência

Tem a função de sistematizar e manter organizado as funções de todos os níveis hierárquicos, fazendo supervisões, passar orientação aos colaboradores, criar direcionamento de equipes, estratégias para melhorias, planejamentos.

Precisa trazer resultados a empresa, com isso deve ter entendimento sobre administração, cenário econômico, se manter sempre atualizado e sempre se aprimorar com novos conhecimentos, ter uma comunicação e relações interpessoais eficientes.

Especialista

O salário costuma ser bem remunerado ao atuar nas suas funções, mas não se iguala ao salário de um gestor, apesar de ter alguns aspectos parecidos o peso da função é um pouco menor do que o de uma gerência.

Como o nome já diz, precisa ser um especialista, ter muito conhecimento sobre a área que está atuando, ter espírito de liderança para criar direcionamento para a equipe, muita autonomia para resolução de problemas e criação de novas ideias, ser um real expert da área.

Ser adaptável a diversos cenários que podem surgir, mesmo que estejam um pouco fora da sua área de conhecimento, para ter a capacidade de orientar a equipe e entregar os  resultados que a empresa precisa.

Maior produtividade

Como o trabalho estará atrelado ao perfil, potencial, área e base de conhecimento do profissional, ele terá mais respaldo e agilidade para atuar na sua função, pois atuará com motivação, resultando em mais produtividade.

Qual a diferença de um plano de carreira em w para o y?

A Carreira em Y, tem a possibilidade de dois caminhos a seguir: especialização ou gerências. Já a carreira em W tem mais uma possibilidade a gerência multidisciplinar, para profissionais que podem atuar como responsáveis por várias áreas, esse tipo de carreira costuma ser utilizada em empresas de grande porte.

Carreira em y: principais exemplos

Para exemplificar uma carreira em Y, vamos pensar em duas possibilidades: a de uma pessoa com perfil de especialista e outra com perfil de gestora.

Suponhamos que um desenvolvedor web costuma criar aplicativos para facilitar a vida dos usuários em algum aspecto, e ele está sempre buscando melhorias, porém,  apesar do seu vasto conhecimento prático em aplicativos , não almeja ser líder de uma equipe,faz com que ele tenha um perfil de especialista.

Agora, um outro cenário, uma contadora está atuando em uma empresa, já passou por diversas experiências, têm um bom convívio com a equipe, autonomia para criar soluções e um alto grau de conhecimento técnico, mas não quer aquela função para sempre, e por almejando subir de cargo, tem um perfil de gestora.

Como implementar a carreira em Y na empresa?

Para implementar a carreira em Y na empresa, é preciso analisar todo o conjunto e pensar nas habilidades que são mais necessárias  para a organização. Também, deve-se analisar os principais problemas que ocorrem, as equipes que precisam de remodelação, aplicar testes de conhecimento e práticos para medir o desempenho dos colaboradores e oferecer capacitações aos interessados

Como criar um plano de carreira em y?

É necessário criar estratégias e definições para obter perfis que preencham vagas que a empresa tem necessidade, e após isso, realizar uma coleta de informações dos funcionários junto a questionamentos de objetivos profissionais e avaliação de perfil técnico, para assim direcionar os selecionados às etapas seguintes de realocação.

Conclusão

Nesse conteúdo foi abordado todo o funcionamento da carreira em Y, quais caminhos é possível seguir, os cargos atrelados a este modelo e também ao modelo linear limitado, e mostramos que por ser inovadora, esse modelo de carreira diminui a quantidade de desligamentos da empresa.

A carreira em Y cria a possibilidade dos colaboradores se sentirem mais valorizados e motivados a trabalhar, por conta da chance de crescimento gradativo sem precisar de um grande período de tempo para subir de cargo.

É fundamental criar um planejamento para implementar a carreira em Y, para a empresa selecionar os colaboradores com competências e aptidões a exercer as funções designadas com total responsabilidade e inovação que o perfil exige.

Compartilhe em suas redes!

Fonte: PontoTel

Fiscal Ti