(11) 2942-0358
contato@veritasexacta.com.br

Diagnóstico Organizacional: confira o passo a passo de como fazer!

Diagnóstico Organizacional: confira o passo a passo de como fazer!

O RH é o setor das empresas que mais lida com uma rotina de responsabilidade, e, diariamente, precisa mensurar os resultados das equipes, realizando diagnósticos organizacionais. Mas, você sabe exatamente o que é e como elaborar um diagnóstico organizacional?

O diagnóstico organizacional é uma ferramenta que auxilia as empresas a mensurar seus resultados, possibilitando que os negócios se desenvolvam a partir de um direcionamento estratégico e organizado.

Um exemplo muito conhecido de diagnóstico organizacional, é o método que utiliza a Análise SWOT, uma ferramenta de gestão de negócio, que analisa as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças em um negócio, bastante utilizada em processos internos e externos das organizações.

Para que você conheça mais detalhes dessa pesquisa, e saiba como implementá-la como melhoria para o seu negócio, leia este artigo e aprenda:

Boa leitura!

Diagnóstico Organizacional: o que é?

O diagnóstico organizacional, também conhecido como diagnóstico empresarial, é uma maneira eficaz de olhar para a organização de forma geral, a fim de determinar as lacunas entre os resultados obtidos e os resultados desejados, para que medidas possam ser implementadas na conquista dos objetivos.

Essa ferramenta de gestão é utilizada de forma estratégica pelo setor de Recursos Humanos, pois, por meio dela as empresas conseguem investigar questões de produtividade, e então criar soluções mais estratégicas e assertivas para o negócio.

Passo a passo do diagnóstico organizacional

Um diagnóstico organizacional é feito por meio de perguntas que, ao serem respondidas tendem a gerar insights poderosos para que a empresa avalie seus processos, e, quando necessário, implemente mudanças. Veja a seguir o passo a passo de como elaborar um diagnóstico organizacional.

Definição das perguntas

Para que uma pesquisa e diagnóstico organizacional seja bem aplicado, é fundamental que as perguntas certas sejam realizadas, considerando os setores e os profissionais especializados em cada ramo de atuação.

Um questionário de diagnóstico organizacional, deve considerar alguns fatores importantes, como:

  • Quais as áreas mais importantes, e que precisam ser avaliadas no negócio?
  • Que desempenhos necessitam ser mensurados?
  • Qual o nível de desenvolvimento e maturidade do negócio?
  • Qual o direcionamento que a empresa pretende seguir?

Com tudo isso bem definido, o passo seguinte será de preparar as perguntas para a pesquisa e diagnóstico organizacional. Veja exemplos usuais de perguntas:

  1. Quais são os pontos fortes e pontos fracos da empresa?
  2. Como corrigir os pontos fracos?
  3. Como fortalecer os pontos fortes?
  4. Como realizar um bom planejamento financeiro?
  5. Como aproveitar as oportunidades de negócio?
  6. Quais as mudanças visivelmente necessárias no negócio?
  7. Cada funcionário conhece bem suas funções?
  8. Conhecemos o mercado que fazemos parte?
  9. Como a empresa analisa o mercado e suas mudanças?
  10. A proposta de valor da empresa está clara?

Coleta das respostas

A coleta de respostas é importantíssima para que o diagnóstico organizacional realmente seja eficiente, e essas respostas precisam vir de níveis variados na empresa, para que as estratégias de desenvolvimento e produtividade sejam benéficas para todos.

Tradicionalmente, pesquisas internas dão bastante certo para coletar respostas em diagnósticos organizacionais, e elas podem ser realizadas tanto manualmente, como online, utilizando alguma ferramenta de suporte interno, ou, até mesmo e-mail institucional.

Outro modo bastante útil de colher essas informações, é por meio das análises dos líderes de equipes, que devem ser instruídos a sempre anotar informações sobre o desenvolvimento dos colaboradores, para que assim a organização entenda, de maneira direcionada, como se desenvolvem os trabalhadores por setor.

Diagnosticar as respostas

Coletar respostas e não às analisar, é o mesmo que não realizar o diagnóstico organizacional, portanto, é fundamental que ao final de cada relatório, sejam analisadas todas as respostas, de forma cuidadosa e organizada.

Empresas que realizam suas pesquisas automaticamente, por meio de plataformas de gestão, conseguem acesso aos relatórios e resultados dos diagnósticos organizacionais, sem nenhum esforço.

Já os negócios que realizam esse processo manualmente, precisam se empenhar em tabular os resultados das perguntas em algum tipo de planilha de diagnóstico empresarial. Geralmente, ferramentas como o Google Sheets podem auxiliar nesse processo, facilitando a comparação de respostas.

Identificar problemas e oportunidades

Com todas as informações do diagnóstico organizacional reunidas, fica muito mais fácil realizar a análise das forças e fraquezas da empresa.

É nessa hora que o negócio escolhe a melhor maneira de analisar e definir os problemas do negócio. Como já dissemos, um dos métodos mais utilizados para isso é a Análise SWOT, mas, existem outras ferramentas de gestão que também podem ser usadas nesse diagnóstico, como o Design Thinking e a metodologia Lean.

Entrega de feedback

Por fim, a entrega de feedback é o momento onde a empresa finalmente aponta os resultados e as soluções para o diagnóstico organizacional.

Geralmente, a entrega de feedbacks é a fase da pesquisa e diagnóstico organizacional onde a empresa cria um direcionamento, focado em melhorias e soluções para problemas e fraquezas identificados. Sendo esse o momento mais importante dessa estratégia, pois aponta as mudanças que precisam ser implementadas no negócio.

Quando é necessário um diagnóstico organizacional?

O diagnóstico organizacional é fundamental para os negócios, pois ajuda que eles desenvolvam um planejamento estratégico muito mais direcionado para bons resultados.

Essa ferramenta permite que a empresa identifique pontos de atenção, que precisem ser mudados ou melhorados, sendo um grande diferencial nas estratégias de quem busca melhorar o crescimento para um negócio.

A pesquisa e diagnóstico organizacional, abrange diversos aspectos do negócio, dentre esses o:

  • setor financeiro: ajuda na avaliação da situação das receitas e despesas do negócio, com base nos indicadores financeiros, auxilia a entender os custos e lucros das operações;
  • setor de marketing: possibilita a análise das questões ligadas à marca e a imagem da empresa, permitindo que o plano de marketing do negócio seja adaptado às características do consumidor;
  • setor operacional: permite identificar se os processos da empresa são adequados e direcionados para o desenvolvimento saudável;
  • setor de Recursos Humanos: auxilia que o RH analise todos os processos ligados ao potencial humano da empresa, permitindo a adequação da captação e manutenção de talentos, melhora no clima organizacional, e todas as estratégias de desempenho dos colaboradores.

Portanto, essa ferramenta é extremamente necessária em diversas aplicações de um negócio, sendo ela fundamental para a boa administração de recursos empresariais.

Quais são os benefícios que o diagnóstico organizacional traz?

Além do diagnóstico organizacional ser uma ferramenta eficiente e muito utilizada para a mensuração de resultados, essa estratégia também beneficia os negócios de formas pontuais. Veja a seguir alguns benefícios.

Saber para onde direcionar os esforços

O diagnóstico organizacional é uma metodologia muito eficiente, pois, auxilia que as empresas identifiquem a direção correta que cada setor deve seguir, a fim de alcançar os melhores resultados.

Com essa estratégia os negócios conseguem direcionar seus esforços para os processos certos, pois, o diagnóstico organizacional ajuda que falhas como baixa lucratividade, atendimento ruim, atrasos nas entregas, marketing mal feito sejam notados e refeitos.

Estabelecimento de prioridades da empresa

Com mais direcionamento, o negócio consegue também priorizar seus processos.

Quando um diagnóstico organizacional mostra que o atendimento da empresa não funciona, o que se espera é que a empresa crie medidas que tornem esse atendimento mais qualificado. Sendo essa uma ferramenta bastante eficiente para identificar tarefas que necessitam ser priorizadas.

Visualização do desempenho da empresa

Outro benefício de realizar uma pesquisa e diagnóstico organizacional, é o fato dos relatórios finais proporcionarem uma visão ampla dos resultados do negócio, isso auxilia o empreendimento a identificar suas falhas e forças.

Descobrir o nível de maturidade da empresa

O diagnóstico organizacional também amplia a capacidade de percepção da empresa, auxiliando que ela identifique quão maduros são seus processos.

Esse processo gera ainda mais resultados quando realizado com uma frequência de no mínimo seis meses, auxiliando o negócio a realizar mudanças pontuais em seu clima organizacional, e tornando os resultados sempre mais direcionados para a qualidade e produtividade.

Conclusão

Neste post reunimos diversas informações a respeito da pesquisa e diagnóstico organizacional, uma ferramenta estratégica, utilizada pelo RH para identificar os pontos fortes e fracos da empresa, e criar soluções para problemas organizacionais encontrados no processo.

Esse método estimula a assertividade na tomada de decisões nos negócios, e evita que questões de produtividade influenciam no clima organizacional e no desenvolvimento dos empreendimentos.

Empresas que investem tempo realizando o diagnóstico organizacional, notam inúmeros benefícios em suas estruturas, como o direcionamento dos seus esforços, a criação de prioridades, e até mesmo a maturidade do negócio, sendo essa uma estrutura de mensuração importante para o sucesso de um negócio.

Se você gostou deste artigo, compartilhe em suas redes sociais e continue acompanhando o blog da PontoTel!

Compartilhe em suas redes!

Fiscal Ti