(11) 2942-0358
contato@veritasexacta.com.br

Imposto de renda para pessoa física: veja os erros mais comuns

Imposto de renda para pessoa física: veja os erros mais comuns

A temporada de encarar o leão se aproxima e, geralmente, esse é um momento com alta carga de trabalho para os contadores. O estresse, as cobranças e o alto volume de demandas são a combinação perfeita para erros no momento de declarar imposto de renda.

Somente em 2021, 2,4% das declarações foram retidas pela Receita Federal, o que representa 869.302. O principal motivo para a retenção dessas declarações, de acordo com informações da Receita, foi: omissão.   

5 erros mais comuns ao declarar imposto de renda para pessoa física

No momento de declarar imposto de renda, é fundamental ter em mente quais são os principais erros cometidos por outros profissionais para evitar que eles se repitam no seu serviço. Alguns deles são:

1. Omitir rendimentos

Segundo a Receita Federal, em 2021, 41,4% das declarações retidas omitiram rendimentos que tiverem reajuste anual. A emissão ocorreu principalmente no momento de informar os salários, ações judiciais e rendimento de aluguel.

2. Esquecer de rendimentos e dívidas de dependentes

É muito comum que os clientes acreditem que os rendimentos ou dívidas de seus dependentes, como filhos, pais ou avós, não devem constar na declaração.

Desta forma, é essencial que o contador solicite essas informações dos dependentes quando o rendimento anual não ultrapasse R$28.559,70.

3. Inconsistências com despesas médicas

Os clientes podem ficar “tentados” a inflar os valores com despesas médicas já que elas não têm limite.

Por isso, o contador deve informá-los que os gastos só podem ser pessoais ou de dependentes e que devem ser comprováveis por meio de nota fiscal ou recibo com assinatura do profissional de saúde.

4. Erros de digitação

Este pode ser considerado um dos erros mais comuns para os contadores. Isso porque muitos deles atendem diversos clientes.

Nesse cenário, eles acabam sobrecarregados e precisam realizar o trabalho de forma rápida para entregar tudo no prazo. O resultado disso? A agilidade acaba gerando erros de digitação.

5. Utilizar a ficha errada

A desatenção no momento de realizar a classificação dos rendimentos também é um erro comum. É preciso estar atento aos três tipos de classificações: tributáveis, tributação exclusiva e não tributáveis.

Os tributáveis devem constar salário, aluguel etc. A aba de tributação exclusiva é específica para, por exemplo, juros sobre capital próprio. E, por fim, na aba de não tributáveis deve constar as informações sobre rendimento da poupança e herança.

Como evitar erros na declaração de imposto de renda?

O primeiro passo para não errar na declaração você acaba de colocar em prática ao ler os itens acima. Como mencionamos, informar adequadamente o cliente permite obter todas as informações necessárias para que não haja omissões.

O segundo passo é reunir todos os documentos, ficar atento aos prazos e contar com uma solução tecnológica que permite automação do processo.

Com a solução adequada, é possível reduzir significativamente erros. Imagine trabalhar com uma ferramenta que permita análise patrimonial, relatórios visuais e preditivos, além de resultados compatíveis com os cálculos da Receita Federal?

Prosoft Analir Plus: um aliado na declaração do IRPF 2022

O Prosoft Analir Plus é uma ferramenta desenvolvida pela Prosoft que proporciona tudo o que foi mencionado acima e muito mais.

Integração

Totalmente integrado ao sistema da Receita, o Prosoft Analir Plus conta com importação de declarações direto do software da Receita Federal.

Evolução patrimonial

Além disso, ele permite que o contador realize o acompanhamento comparativo da evolução patrimonial do cliente nos últimos cinco anos.

Análise de caixa

Com a solução, ainda será possível realizar análise de caixa por meio de uma apuração que demonstra todos os rendimentos, pagamentos, doações e variação patrimonial realizados pelo contribuinte.

Desta forma, a ferramenta consegue apresentar o resultado do caixa e a sua média mensal de gastos realizados durante o ano. Isso permite que o contador entenda quais são as principais fontes de rendimentos do cliente.

Simulação de IRPF

Para garantir que não há erros na declaração, a ferramenta conta com um recurso que permite realizar uma simulação.

O contador pode simular todos os resultados para garantir qualidade e precisão para o seu serviço. Todos os cálculos da ferramenta são compatíveis com os da Receita Federal.

Organização de documentos 

Além dos benefícios citados, o Prosoft Analir Plus conta um recurso que permite muito mais organização.

Com ele, o cliente envia os documentos para o contador por meio do WhatsApp e a ferramenta organiza e armazena automaticamente todos por CPF.

Não é só isso. Ele ainda converte os documentos em informações que são disponibilizadas para análise do contador. Isso é feito por meio da OCR (Optical Character Recognition), que interpreta arquivos JPG, PNG ou PDF.

Diante disso, podemos dizer com tranquilidade que o Prosoft Analir Plus é a melhor opção para declarar imposto de renda sem erros. Ficou interessado em saber mais? Entre em contato conosco!

Prosoft

Fiscal Ti