(11) 2942-0358
contato@veritasexacta.com.br

O que é ser um gestor. Qual a sua função dentro das empresas?

O que é ser um gestor. Qual a sua função dentro das empresas?

Pelo menos 70% da taxa de engajamento vem da influência do gestor, mostrou uma pesquisa realizada pela Gallup. Esse dado aponta a importância que os gestores têm no sucesso organizacional.

O gestor é aquele profissional responsável por organizar os objetivos da empresa, planejar as metas e delegar as tarefas para que os colaboradores consigam colocar em prática o que a empresa almeja.

Sendo assim, ele tem um papel essencial na rotina empresarial. Seja para implementar, executar estratégias e também no gerenciamento, engajamento e motivação das equipes. Afinal, é ele o responsável por criar um elo forte entre a empresa e os colaboradores.

Porém, como funciona, na prática, a rotina do gestor da empresa? Quais as características essenciais para se tornar um bom gestor e o que as empresas esperam dessa função? Neste artigo você vai descobrir:

Boa leitura!

O que é ser um gestor?

imagem de um grupo de pessoas sentado ao redor de uma mesa e uma mulher em pé escrevendo em uma lousa

O gestor é aquele profissional que tem como responsabilidade e atribuição administrar, gerenciar e participar do planejamento organizacional da empresa e da execução das tarefas.

De acordo com o dicionário de português online, o que é gestor?  Ele descreve a palavra gestor da seguinte forma:

Indivíduo responsável pela administração e pelo gerenciamento (planejamento, organização, controle e direção) dos bens ou dos negócios que pertencem a outra pessoa, empresa ou instituição; administrador: gestor escolar, gestor de empresas, gestor financeiro.

O principal objetivo do gestor é ser um intermediário, aquele que consegue casar os objetivos da empresa com os propósitos dos colaboradores.

É ele que estará no comando da equipe para tirar o melhor de cada um, conhecendo a fundo suas qualidades e fraquezas.

Qual o papel de um gestor nas organizações?

O principal papel do gestor dentro de uma empresa é ter uma visão ampla do negócio e dos colaboradores que estão ao seu lado. Isso significa conhecer bem os objetivos e metas da empresa e conseguir adequar a equipe conforme as necessidades da companhia.

Contudo, o papel do gestor, assim como sua visão, é muito amplo na rotina empresarial. Isso porque ele acaba assumindo uma gama de papéis na execução da sua função. É possível destacar entre os principais papéis do gestor:

  • Planejamento estratégico de ações;
  • Distribuição de tarefas;
  • Administração de possíveis conflitos entre as equipes;
  • Definição de objetivos a serem cumpridos;
  • Motivar e engajar a equipe;
  • Acompanhar a execução das tarefas e resultados do trabalho;
  • Oferecer feedbacks constantes.

Como funciona a rotina de um gestor?

A rotina diária de um gestor passa essencialmente pelo planejamento de ações, identificação de metas e acompanhamento do trabalho da equipe e dos resultados. É ele que diariamente terá que ser a referência para delegar as tarefas para os colaboradores.

O seu papel rotineiro é de formador. Já que a proposta principal é potencializar as qualidades da sua equipe para que os resultados previstos pela empresa sejam alcançados. Inclusive tentando encontrar um caminho para evitar conflitos dentro da equipe.

Quais as competências esperadas para um gestor?

Por ter um grande poder de decisão na realização e gerenciamento das tarefas, o bom gestor precisa de uma série de competências para que o seu trabalho seja efetivo na rotina da empresa e alcance os resultados almejados pela organização.

Entre as principais, se destacam:

  • Bom relacionamento interpessoal;
  • Proatividade para resolver problemas e motivar os colaboradores;
  • Facilidade para trabalhar em equipe;
  • Capacidade nas tomadas de decisão;
  • Resiliência diante dos problemas;
  • Comprometimento com os objetivos e metas que são propostos;
  • Flexibilidade com relação a possíveis mudanças de metas, equipe e processos.

Qual a diferença entre gestor e gerente?

Gestor e gerente no dicionário são palavras quase que sinônimas, porém na rotina empresarial a função e as atribuições desses profissionais se distinguem em vários aspectos.

Para começar, o gestor é aquele que está mais próximo da equipe, que tem um contato direto com os colaboradores. Já o gerente está sempre num pilar mais administrativo, estratégico, de coordenar o trabalho como um todo.

Outro ponto é que o gerente costuma estar mais próximo e, responde ao alto escalão da empresa – diretoria -, enquanto o gestor está mais ligado ao dia a dia da equipe, em busca de delegar as tarefas e motivar os colaboradores diariamente.

No dia a dia de uma empresa ambas as funções podem se completar para que assim seja possível executar os objetivos da organização com sucesso.

Quais são as principais características que um bom gestor deve ter?

Um bom gestor é aquele que tem a flexibilidade necessária para se adaptar às necessidades da empresa.

Ou seja, se adequar a uma série de competências para que seja capaz de atender os objetivos da empresa e consiga alinhar essas necessidades às características da equipe que tem em mãos.

Porém, existem algumas características que são comuns e parte essencial para qualquer gestor no mercado. São elas:

  • Visão estratégica da empresa e do mercado;
  • Habilidade para lidar com as diferenças da equipe;
  • Ser um bom ouvinte;
  • Assumir a responsabilidade nas tomadas de decisão;
  • Capacidade de formar e reter talentos;
  • Ser capaz não só de dar, mas também de receber feedbacks;
  • Ter autocontrole para gerenciar conflitos;
  • Possuir competências de liderança.

Quais os principais desafios que os gestores enfrentam?

A função de gestor é repleta de desafios. Isso porque esse profissional precisa lidar não só com os objetivos da empresa, mas também com sonhos e objetivos dos colaboradores, tentando sempre manter essas metas alinhadas para que o sucesso seja possível.

Num processo de gestão, os principais desafios do dia a dia são:

  • Ser mais estratégico e menos burocrático: os afazeres do dia a dia podem tomar conta da rotina do gestor e isso pode dificultar um caminho onde a estratégia é prioridade. Para mudar esse cenário é necessário sempre priorizar o planejamento e a organização.
  • Identificar competências: o gestor precisa lidar com uma série de profissionais diferentes e o grande desafio é identificar seus defeitos e qualidades para conseguir demandar as tarefas de acordo com o seu perfil e competências.
  • Motivar os colaboradores: outro grande desafio da gestão é conseguir manter a motivação e o engajamento dos colaboradores em dia. Para isso, o gestor precisa sempre manter uma rotina de feedbacks, para entender as necessidades dos funcionários, e principalmente se colocar à disposição para ajudar.
  • Dividir responsabilidades: muitos gestores acabam se tornando chefes e impõem que a sua palavra é a única que vale. Um bom gestor tem o desafio de reconhecer a importância da sua equipe e principalmente estar aberto a sugestões e opiniões dos seus colaboradores, dividindo assim as responsabilidades nas tomadas de decisão.

Como posso me tornar um bom gestor?

imagem de um grupo de pessoas sentado ao redor de uma mesa com uma mulher em pé apontando para um homem segurando um papel

Um bom gestor precisa necessariamente ter características que sejam capazes de sustentar o seu trabalho diário. Isso significa que para se tornar um expert num processo de gestão, esse profissional deve seguir alguns passos, confira alguns deles abaixo.

Seja organizado

A organização é o primeiro item a ser previsto num plano para quem deseja se tornar um bom gestor. Isso porque se organizar é essencial para que o gestor consiga alinhar os objetivos da empresa com o dos funcionários.

É por meio da organização que será possível entender as metas da empresa e criar um plano estratégico que dê base para o profissional demandar as tarefas corretamente.

Afinal, é responsabilidade dele conduzir a equipe no dia a dia da empresa e sem organização esse caminho é repleto de erros e conflitos.

Invista em si mesmo

Um ponto importante para se tornar um bom gestor é estar atento às novidades da função e investir em si mesmo sempre. O verdadeiro gestor precisa estar em constante aprendizado para conseguir gerir sua equipe e transformar os objetivos da empresa em resultados.

Para que isso se torne realidade, a construção de um bom gestor está ligada a leitura de livros que tenham a ver com a função, participação em cursos, workshops e até mesmo procurar uma pós-graduação ou MBA que contribuam para o seu crescimento profissional.

Conheça bem a empresa

O gestor é o grande mediador entre empresa e colaborador, até por isso, para que ele seja bom no que faz, é fundamental conhecer a fundo a empresa.

Isso quer dizer inteirar-se sobre os principais objetivos da organização, valores, cultura organizacional, posicionamento no mercado, estrutura, entre outros detalhes.

Esse conhecimento é importante para ele ter noção de onde pode chegar e até mesmo para delegar as tarefas corretamente para os seus colaboradores.

Pratique ações inovadoras

Em um mercado exposto a mudanças diárias na implementação de novas tecnologias e processos, o gestor tem como desafio aceitar e saber lidar com mudanças. Mas não só isso, ele precisa estar disposto a praticar ações inovadoras na empresa.

Para isso, ele precisa estar sempre disposto a aprender sobre o novo no mercado e principalmente conseguir repassar a importância de qualquer mudança a sua equipe, tentando minimizar as chances de resistência a qualquer cultura de inovação.

Confie na sua equipe

A confiança na equipe é parte importante na vida de um bom gestor. Esse profissional precisa ser capaz de dividir responsabilidades e mesmo que tenha a última palavra tem que estar sempre de portas abertas para ouvir o que a sua equipe tem a dizer.

Estar sempre disponível para o seu time, com feedbacks constantes, pode criar uma grande conexão, um laço de confiança para que os colaboradores tenham uma certa autonomia na execução das tarefas e até mesmo possam tomar decisões no dia a dia da empresa.

Portanto, para que essa confiança na equipe seja potencializada diariamente, a boa gestão deve basear-se em três pilares: feedbacks, compartilhamento de responsabilidades e autonomia da equipe.

Estabeleça metas

Um bom gestor precisa ter a capacidade de estabelecer metas para si próprio e também para a equipe em relação ao que a empresa pede e pode oferecer.

A transparência nesse caso é um fator importante, já que o gestor precisa ser realista sobre onde a empresa pode chegar com base na estrutura e objetivos propostos por ela.

A partir daí, ele deve estabelecer uma série de metas e objetivos para demandar seus colaboradores, tendo em mente que é necessário apontar e indicar o que é viável alcançar nesse processo.

Saiba lidar com conflitos

As empresas possuem profissionais com características distintas, até por isso que um grande desafio da gestão é conseguir lidar com essas diferenças e evitar que elas se tornem motivo para conflitos.

O bom gestor é aquele que ouve e entende o lado de cada um e tenta mediar as coisas para que um conflito não vire uma briga ou sentimento que atrapalhe o trabalho e interfira no clima organizacional e nos resultados.

Incentive a cultura de resultados

O incentivo à cultura de resultados também faz parte da função de um bom gestor na empresa.

Nesse processo é necessário que toda e qualquer decisão seja tomada a partir de algum dado ou informação concreta, priorizando sempre um entendimento maior sobre qual caminho seguir, tendo como base objetivos reais e não suposições.

Na cultura de resultados, o gestor está sempre disposto a garantir a transparência nos processos para que os colaboradores saibam exatamente quais suas responsabilidades, baseado em resultados e análises prévias.

Conclusão

imagem de um grupo de pessoas olhando para uma mulher na frente deles falando

Em um mercado que se mostra cada vez mais competitivo, ter um plano de ação organizado, objetivos claros e colaboradores motivados fazem toda a diferença. Porém, para que isso seja possível é primordial ter um bom gestor à frente das equipes.

Como você pôde ver ao longo deste conteúdo, o gestor tem um papel importante para que a empresa consiga colocar em prática seus objetivos, contando com o engajamento dos colaboradores nas ações que lhe são propostas.

À frente desse processo, o gestor precisa organizar as metas que lhes são recomendadas para que o trabalho seja cada vez mais assertivo e sem erros. Contudo, para ser um bom gestor é necessário desenvolver competências importantes para essa função.

Algumas delas foram destacadas neste artigo como a importância de ser um bom ouvinte, conseguir lidar com conflitos, confiar na equipe e principalmente ser organizado em relação às rotinas diárias.

Entendeu a importância do gestor no caminho de sucesso das empresas? Então, compartilhe esse artigo nas suas redes sociais para que mais pessoas conheçam o que é ser gestor e qual o seu real valor na rotina organizacional.

Compartilhe em suas redes!

Fonte: PontoTel

Fiscal Ti