(11)2059-2863 / (11)2059-3032
contato@veritasexacta.com.br

Cultura ágil. Benefícios, porque investir e como desenvolvê-la.

Cultura ágil. Benefícios, porque investir e como desenvolvê-la.

A fácil comunicação e o desenvolvimento da tecnologia transformou o mundo corporativo e hoje, mais do que nunca, as empresas buscam se adaptar de maneira rápida para não ficarem para trás.

Por isso, a importância de entender a cultura da empresa e as formas que ela se desenvolve diante das mudanças de comportamento do mercado é essencial, já que os consumidores estão sempre em busca de soluções mais ágeis e dinâmicas.

Nesse contexto é que surge a Cultura Ágil: uma nova estratégia para organizar os processos internos e tornar o dia a dia das empresas muito mais prático.

Neste artigo trataremos das principais vantagens de usar essa metodologia e como aplicá-la na rotina da empresa:

Boa leitura!

O que é uma cultura ágil?

A cultura organizacional é um conjunto de valores criado pela empresa que está diretamente relacionada ao comportamento, as atitudes, a missão, visão e valores, além de tudo aquilo que move os líderes e profissionais de uma empresa.

Na cultura ágil, esse conjunto de propósitos deixa de ser passado verticalmente, de líderes para colaboradores, e se apresenta como um novo modelo de gestão com base na coletividade.

Esse modelo foi pensado para diminuir a autocracia nos processos internos de uma empresa, tornando-os mais dinâmicos, de forma que o tempo dos colaboradores é otimizado e a produtividade aumenta.

Na prática, a cultura ágil apresenta valores, comportamentos e soluções mais práticas e ágeis para solucionar os problemas do dia a dia, abandonando as crenças limitantes que prejudicam o ambiente organizacional como um todo.

É a mesma coisa que uma metodologia ágil?

Não. A metodologia ágil é um conjunto de práticas e técnicas usadas para conduzir os projetos com um maior nível de produtividade e assertividade gerando bons resultados e, claro, a aprovação mais rápida dos clientes.

Através dela, a empresa evita o desperdício de recursos, reduz erros e erradica os problemas de comunicação interna.

Assim como a cultura ágil, a metodologia ágil é pensada para trazer melhorias tanto para os colaboradores de forma individual, quanto para a empresa no geral. Ela se baseia em  quatro pilares:

  • Praticidade;
  • Comunicação assertiva;
  • Alinhamento;
  • Adaptabilidade e flexibilidade.

Assim, essa metodologia de trabalho é focada em agilidade, flexibilidade, praticidade, planejamento e organização para otimizar os projetos realizados dentro de uma empresa.

Tipos de metodologias ágeis

Existem diversos tipos de metodologias ágeis, por isso, é importante conhecer algumas delas e sua forma de operar para saber qual a melhor para cada negócio.

Scrum

O método Scrum é um dos métodos mais populares entre as metodologias ágeis. Ele facilita e otimiza a gestão de projetos com curto prazo de entrega por meio de sprints, ou seja, intervalos entre cada etapa da produção.

O scrum é muito assertivo, já que permite revisões, pois ao final de cada sprint o produto é avaliado e validado para então seguir para a próxima etapa.

Entretanto, para que esse método tenha sucesso, é necessário que o líder entenda as qualidades e também identifique os problemas de sua equipe, assim é mais fácil especificar qual a área de atuação de cada colaborador na execução do projeto.

Lean

O lean é indicado para projetos menores e mais objetivos, já que ela é focada na identificação de gaps e redução de desperdício de recursos, seja na organização ou na elaboração de um projeto.

Nessa metodologia só é permitido trabalhar com os materiais realmente necessários, o que acaba por reduzir os custos, já que nela se aproveita tudo que é oferecido para a produção.

Kanban

O Kanban apresenta uma visão estratégica de todo o projeto. Ele é muito popular por mostrar todos os possíveis gaps e soluções de forma ampla.

Seu funcionamento é muito simples: em um quadro exclusivo para cada projeto define-se 3 etapas, “to do”, “doing” e “done”:

  • To do: atividades que precisam ser feitas;
  • Doing: atividades que estão em andamento;
  • Done: atividades que foram executadas e aprovadas.

Assim, cada pessoa envolvida no projeto têm acesso a todas as etapas, entendendo perfeitamente não só os objetivos finais, mas também em que pé está o processo, já que as informações são atualizadas regularmente.

Smart

Já a metodologia SMART tem como objetivo auxiliar no cumprimento de metas. Ela tem base em cinco princípios indicados pelo seu acrônimo:

  • S (specific): indica que a meta deve ser específica para diminuir as chances de uma interpretação equivocada;
  • M (measurable): a meta deve ser mensurável, pois um projeto funcional é um projeto possível de ser realizável;
  • A (attainable): as metas precisam desafiar o time;
  • R (relevant): as metas precisam ser relevantes para o resultado final;
  • T (time-related): definir um prazo para a entrega dos projetos de forma que a equipe trabalhe com mais foco.

Por que apostar em uma cultura ágil?

A cultura ágil é capaz de despertar e desenvolver o melhor dos colaboradores tanto no campo pessoal, quanto profissional, além de ajustar o perfil da equipe de acordo com as tendências de mercado.

Confira três das principais vantagens de apostar na cultura ágil:

Aceleração

Um projeto executado com base na cultura ágil funciona de forma otimizada, ou seja, é dividido entre mais pessoas, acelerando as entregas. Além disso, as chances de que haja erros são muito menores, já que os projetos passam por mais pessoas em cada fase.

Adaptabilidade

Uma empresa ágil é uma empresa adaptável. Quando existe um monitoramento de dados em tempo real, as decisões são tomadas com muito mais assertividade, já que é possível ter um panorama muito mais claro da situação de cada projeto.

Além disso, quando os líderes das equipes estão munidos com dados atualizados, é possível prevenir os erros e acertar o curso caso seja necessário fazer alguma mudança.

Desenvolvimento

Ao realizar os projetos de forma coletiva, os laços entre os colaboradores e a empresa se estreitam, o que é muito positivo para a produtividade e consequentemente para o desenvolvimento da organização como um todo.

Entender que cada detalhe conta para o resultado final é essencial para a execução perfeita de cada etapa.

Benefícios da cultura ágil

A cultura ágil envolve todas as áreas de uma empresa, desde o RH até os setores de produção direta do produto, por isso traz tantos benefícios, já que os processos internos se tornam mais unificados e diretos.

Transformação organizacional

A cultura ágil permite uma transformação organizacional, já que ela proporciona para a empresa e seus colaboradores a construção de valores de forma coletiva, gerando um crescimento orgânico e a adaptação do produto e da empresa ao mercado.

Maior autonomia

A partir da construção de valores de forma coletiva, os colaboradores tendem a  desenvolver mais autonomia em suas atividades diárias.

Assim, cada um organiza suas pautas diárias sem necessidade de aprovação dos gestores e toma suas próprias decisões com base no que é o melhor para a empresa.

Aumento da produtividade

Por terem autonomia, as equipes se envolvem muito mais nos projetos, e o  engajamento entre colaborador e empresa fica muito maior, já que não veem mais uma estrutura organizacional hierárquica.

Engajamento

Quando o espaço de autonomia é criado, o aumento na produtividade é facilmente notável. Através da interação dos colaboradores entre si e da identificação com o projeto, o andamento das atividades se torna muito mais rápido e funcional.

Melhora da transparência

A cultura ágil garante a transparência em todos os setores, desde os valores transmitidos aos colaboradores até a execução de projetos.

Assim, todos podem se envolver e apresentar soluções visando sempre a melhoria do produto que será entregue ao consumidor final.

Como aplicar a cultura ágil?

A cultura ágil só pode ser aplicada quando a empresa possui uma liderança engajada e de alta performance, que consegue desenvolver nos colaboradores a motivação de buscar melhorias para entender as possibilidades futuras muito além da solução de problemas cotidianos.

  1. Capacitação dos colaboradores: antes de realizar qualquer mudança em uma empresa é necessário investir em capacitação, ou seja, os colaboradores precisam ser informados e treinados para executar os novos métodos de trabalho com exatidão.
  2. Ter uma empresa adaptável: uma das premissas da cultura ágil é a otimização, e para que haja agilidade nos processos a empresa precisa ser adaptável às mudanças que acontecem no mercado.

É importante que a empresa busque sempre novas maneiras de atender as demandas de seus clientes sem cair na mesmice, já que a repetição de métodos não combina com a cultura ágil.

Incentivar a responsabilidade: bons resultados são alcançados com incentivos, por isso, optar por incentivar o trabalho em equipe e estimular a responsabilidade é essencial. A equipe deve estar em sincronia para que a produtividade aumente.

Agilidade faz parte do negócio: somente com planejamento, políticas e processos é possível construir processos ágeis dentro de uma organização. Para isso, é importante que a empresa sempre reforce para os seus colaboradores os benefícios disso, fazendo com que a metodologia ágil se torne um pilar.

Conclusão

A cultura ágil é extremamente benéfica no campo organizacional, já que através dela, é possível implementar processos otimizados, reduzir custos e evitar desperdício de recursos, tanto humanos quanto de capital.

Ao implementar essas metodologias, é importante entender que os bons resultados advindos da agilidade são resultado da transparência, da autonomia e do trabalho colaborativo.

Além disso, mudanças estruturais levam tempo, então é importante considerar um ciclo de aprendizagem, uma adaptação de todos aos novos processos. A paciência nesse momento é o que trará as melhorias a longo prazo.

Gostou deste conteúdo? Não deixe de compartilhar nas suas redes sociais e continuar acompanhando o blog da PontoTel para saber tudo sobre o mundo corporativo.

Compartilhe em suas redes!

Fonte: PontoTel

Fiscal Ti