(11)2059-2863 / (11)2059-3032
contato@veritasexacta.com.br

Blended learning. Conheça as principais vantagens desse método

Blended learning. Conheça as principais vantagens desse método

O modelo de ensino blended learning, ficou conhecido como modelo híbrido ou semi-presencial. Dessa forma, essa modalidade une as práticas do ensino on-line e do ensino presencial.

O principal objetivo desse modelo é proporcionar um ensino de maior qualidade e promover maior desempenho para os alunos.

Apesar desse conceito ser mais comum em instituições de ensino, ele já está se expandindo para as organizações.

Nesse ambiente, ele está voltado para os treinamentos aplicados aos colaboradores. Porém, não é feito apenas através de encontros presenciais.

Por exemplo, a empresa pode fornecer conteúdos on-line e realizar encontros para que os profissionais coloquem em prática o que foi aprendido e tirem dúvidas.

Todavia, implementar esse modelo de ensino requer planejamento e uma avaliação dos conteúdos que precisam ser abordados. Contudo, ele proporciona várias vantagens para as organizações.

Diante disso, preparamos esse artigo para você entender a definição de blended learning e como é possível colocá-lo em prática nas empresas.

Veja os conteúdos que serão abordados:

Quer saber mais sobre blended learning? Acompanhe o artigo!

Boa leitura!

O que é blended learning?

Muitas instituições têm passado por modernizações em seus processos educacionais nos últimos anos.

Algumas ainda seguem o modelo de aprendizagem tradicional, com livros e apostilas e outras optaram pelo ensino à distância.

Porém, existe uma opção “meio-termo” entre essas modalidades, conhecida como o blended learning (b-learning) ou ensino híbrido.

Essa nova forma de ensino combina as duas formas práticas citadas acima e conseguem aperfeiçoar a qualidade do ensino oferecido nas instituições.

Apesar de semelhantes, o modelo blended learning é diferente do ensino à distância. Isso porque, no b-learning, é um modelo de ensino híbrido e o plano de ensino é pensado exclusivamente para essa modalidade.

Também é importante ressaltar que o modelo b-learning pode ser realizado mediante atividade síncronas ou assíncronas.

Isto é, momentos em que os alunos e os professores estão presentes no mesmo horário ou em horários flexíveis.

Para as organizações, o blended learning é uma ótima ferramenta para promover treinamentos mais dinâmicos com os colaboradores.

Para isso, deve ser levado em consideração o nível de conhecimento e familiaridade dos funcionários com os recursos tecnológicos.

Cada instituição deve encontrar as ferramentas ideais para incluir essa abordagem nos treinamentos. Contudo, as ferramentas mais comuns são:

  • Palestras;
  • Debates;
  • Jogos;
  • Estudo de caso;
  • Simulações.

Cabe aos gestores juntamente com o RH, identificar a técnica que mais se adapta ao modelo de negócio.

Como o blended learning funciona?

Para entender como o blended learning funciona, primeiro é preciso saber que ele varia de acordo com cada instituição, o público-alvo e conforme o assunto que será abordado.

Como vimos, as atividades podem acontecer de forma síncrona ou assíncrona. Porém, o b-learning não é totalmente assíncrono, pois ele também conta com encontros presenciais.

Portanto, se o objetivo dos líderes é que os funcionários aprendam a manusear uma nova máquina, por exemplo, as aulas e treinamento devem ser síncronos, ou seja, presenciais.

Pois, nesses encontros, haverá um profissional especializado para auxiliar os colaboradores no processo de aprendizagem.

Já os conteúdos teóricos, podem ser aplicados de forma assíncrona, porém, devem ser discutidos presencialmente para esclarecer as dúvidas.

De forma geral, o ensino, na prática, pode ocorrer através das seguintes técnicas:

Aula Presencial

No modelo de ensino regular, o estudante precisa ter um encontro presencial apenas uma vez por semana ou diariamente, conforme a densidade do conteúdo.

Geralmente, esses encontros presenciais abordam temas que exigem contato com o colega ou requerem algum tipo de prática.

Conteúdo híbrido

Já no modelo híbrido, uma parte do conteúdo é passado nos encontros presenciais e os outros tópicos podem ser abordados em aulas on-line.

Desse modo, as aulas on-line servem para preparar o aluno sobre o assunto que será discutido presencialmente ou para aprimorar um conhecimento que já foi abordado.

Aula 100% on-line

Por último, as aulas 100% on-line, é o famoso EAD. Nesse caso, todas as atividades são realizadas no ambiente virtual.

Portanto, não há obrigatoriedade de ter um encontro presencial e, quando ele ocorre, geralmente é para realizar avaliações.

Muitas organizações adotam o blended learning como modelo de aprendizagem em seus treinamentos, pois ele garante mais flexibilidade e é possível acompanhar o processo.

Além disso, é necessário otimizar os encontros presenciais e garantir que os conhecimentos teóricos sejam aplicados na prática. Isso garante que o conhecimento seja absorvido da melhor forma.

Principais vantagens do blended learning nas empresas

No ambiente corporativo, o blended learning possibilita a reformulação e aplicação de treinamentos mais modernos aos colaboradores.

Dessa forma, é possível oferecer um ensino de maior qualidade e proporcionar outras vantagens para as organizações. Confira cada uma delas, a seguir:

Redução de custos

Quando as organizações adotam a metodologia blended learning, é possível ver uma redução nos custos.

Pois, essa metodologia demanda menos espaço físico para realizar os treinamentos e não há necessidade de ter tutores disponíveis 24 horas.

Gerar mais autonomia

Esse modelo de ensino também proporciona mais autonomia de aprendizado, pois os colaboradores conseguem gerenciar seus aprendizados conforme sua disponibilidade.

Além disso, os funcionários conseguem explorar as ferramentas virtuais, bem como tirar as dúvidas nos encontros presenciais.

Flexibilidade

O blended learning é adaptável à rotina dos alunos. Ou seja, é possível gerenciar os encontros presenciais para atender as necessidades de cada um e os cursos podem ser disponibilizados conforme a necessidade de cada área.

Integração entre os participantes

O modelo híbrido fortalece a relação entre os usuários e os tutores de ensino. Além disso, nesse modelo, há a possibilidade de realizar mais dinâmicas e atividades coletivas que melhoram o nível de ensino.

Por que implantar o blended learning nas organizações?

Muitas organizações desejam que seus colaboradores cumpram um cronograma de treinamentos, porém, é difícil conciliar as atividades do dia a dia com essa nova demanda.

Contudo, o blended learning, se torna uma estratégia para conciliar as atividades. Pois, ele consegue unir a experiência on-line com o ensino presencial.

Dessa forma, o colaborador não precisa abdicar de tantas horas do seu dia para realizar o treinamento, ele pode realizar as atividades quando tiver disponibilidade e gerenciar os encontros presenciais conforme a sua agenda.

Portanto, o ensino híbrido é capaz de atrair os colaboradores, tornando a aprendizagem mais fluida e dinâmica.

Assim, os profissionais se sentem mais interessados em aprender e colocar em prática os conhecimentos adquiridos.

Como implantar o b-learning na empresa?

O primeiro passo para implantar o b-learning nas organizações é fazer um bom planejamento.

Para isso, os gestores devem levar em consideração as necessidades do RH, os objetivos que os treinamentos devem atingir e quais habilidades deverão ser desenvolvidas nos colaboradores.

Após esse levantamento, é possível estruturar quais conteúdos devem ser abordados de forma on-line e quais serão abordados no presencial.

Depois disso, os gestores devem definir qual plataforma virtual será utilizada para realizar os treinamentos.

Porém, para que o b-learning seja eficaz, as organizações devem ainda colocar outras ações práticas. São elas:

Incentive a interação

As interações entre os colaboradores é fundamental para o blended learning. Através dessa troca, é possível compartilhar informações, experiências e colocar em prática os conhecimentos adquiridos.

Monitore o desempenho

Independente da forma que o conteúdo está sendo disponibilizado (on-line ou presencial), é necessário acompanhar o desempenho dos colaboradores.

Além disso, após cada módulo finalizado, é necessário fazer uma avaliação para monitorar o nível de aprendizado.

Dessa forma, os colaboradores sentem que a organização está preocupada em oferecer um conteúdo adequado e a empresa consegue receber um feedback sobre os treinamentos.

Ofereça treinamentos coerentes

Os conteúdos oferecidos no ambiente virtual e no modelo presencial devem ser coerentes, por isso, é necessário que eles se conectem.

Assim, os alunos seguem um cronograma de ensino e se sentem mais motivados a participar dos treinamentos.

B-learning X E-learning quais são as diferenças?

O b-learning pode ser confundido com o ensino e-learning (EAD) por terem conceitos semelhantes. Entretanto, na prática, eles não ocorrem da mesma forma.

O modelo blended learning utiliza um formato híbrido (utilizando recursos on-line e presencial). Porém, encontros presenciais são mais frequentes e as aulas são marcadas por dinâmicas e atividades voltadas para o desenvolvimento do conhecimento.

Já o e-learning foca apenas em opções de ensino remota, então todas as atividades são realizadas no ambiente virtual, incluindo aulas e fóruns. Assim, os encontros presenciais são destinados apenas para avaliações finais.

Todavia, o blended learning proporciona maior engajamento no ensino e o torna mais acessível para as empresas.

Portanto, a maior diferença entre esses métodos é a frequência e os objetivos que se deseja alcançar com cada um.

Qual a importância do método blended learning?

A internet tem impactado cada vez mais a vida das pessoas e no processo de aprendizagem não seria diferente.

No decorrer dos anos, os novos recursos tecnológicos moldaram o novo modelo de ensino.

Por isso, as organizações que não acompanham essas tendências, correm o risco de não atender as necessidades de seus colaboradores.

Portanto, o blended learning insere os recursos tecnológicos atuais nas aulas e eles são utilizados como parte do ensino.

Um exemplo, é a proibição de celular em locais de aprendizagem. Nesse caso, o b-learning utiliza esse recurso para interagir com o usuário e tornar a experiência mais atrativa.

Dessa forma, os usuários conseguem fazer uma gestão do tempo e escolhem os recursos adequados para utilizar o celular e não usá-lo apenas para entretenimento.

B-learning: Aprendizagem síncrona e assíncrona

Ao longo do texto já falamos um pouco sobre esses modelos de aprendizagem. Porém, vamos abordá-los neste tópico para você entender um pouco melhor sobre cada um.

Aprendizagem síncrona

Esse modelo é representado por um momento em que todos os envolvidos estão realizando determinada atividade ao mesmo tempo (ao vivo), por exemplo, webinar, bate-papos, fóruns, etc.

Esses encontros não precisam necessariamente acontecer de forma presencial, mas devem contar com a presença de um instrutor ou especialista no assunto para conduzir o treinamento ou discussão.

Portanto, nessas reuniões, é possível levantar discussões sobre assuntos específicos com as outras pessoas e gerar uma troca de informações em tempo real.

Aprendizagem assíncrona

Em contrapartida, o modelo assíncrono é aquele que não precisa que as pessoas estejam conectadas ao mesmo tempo, para que o conteúdo seja abordado.

Pois, os temas podem ser acessados na velocidade que o usuário desejar, proporcionando mais liberdade. Além disso, os participantes possuem mais tempo para estudar e assimilar o conteúdo.

Esse modelo é utilizado principalmente nas seguintes situações:

  • Os participantes estão distantes uns dos outros;
  • O conteúdo precisa ser atualizado com frequência;
  • Os usuários devem ter flexibilidade no conteúdo.

Além disso, ele é muito comum em aulas que façam a introdução de determinado tema e abordam assuntos básicos e também é muito comum utilizar recursos interativos.

Conclusão

Como foi possível ver ao longo deste artigo, o blended learning é uma ferramenta que une atividades presenciais e à distância para fornecer um ensino mais dinâmico para as pessoas, além de facilitar o processo educacional.

Os novos recursos tecnológicos, permitem que a educação atinja cada vez mais pessoas e facilitam o acesso à educação.

Algumas pessoas possuem dificuldade de aprender somente no modelo presencial ou somente através das aulas on-line.

Por isso, o blended learning veio para mudar o processo de aprendizagem e unir o que essas duas modalidades tem para oferecer.

Além disso, com tantas vantagens que essa modalidade oferece, ela tem ganhado mais espaço nas instituições de ensino e nas organizações.

Dessa forma, é necessário compreender a necessidade de cada usuário para escolher o modelo de ensino adequado e sem perder a qualidade.

E então, gostou de saber o que é blended learning? Então, acompanhe o blog da PontoTel para estar por dentro de assuntos como este. E não deixe de compartilhar o conteúdo!

Compartilhe em suas redes!

Fonte: PontoTel

Fiscal Ti